Vestido de Marcela Temer esgota nas lojas após o desfile de 7 de setembro

Na web só se fala no look da primeira-dama que pagou R$ 618 pela peça criada por uma estilista brasiliense

src

por Redação Curta Mais

08/09/2016 às 16:56 - Atualizado em 08/09/2016 às 16:58

Faça uma avaliação

O vestido branco, sem muitos detalhes, que Marcela usou em sua primeira aparição pública como primeira-dama chamou atenção. Muitas análises foram feitas a partir da escolha da roupa. Estilistas famosos, críticos de moda e, claro, internautas, dividaram opiniões e emplacaram o assunto como um dos mais comentados da internet brasileira.

A primeira-dama acompanhou o desfile militar de 7 de Setembro ao lado do marido, o presidente Michel Temer, neste 7 de setembro em Brasília. A roupa de Marcela não foi uma unanimidade entre a turma da moda mas garantiu à peça criada pela estilista brasiliense Luisa Farani, sucesso instantâneo. A grife que leva seu nome deu um salto desde esta quarta-feira, o feriado de 7 de Setembro. Em menos de 24 horas, o sóbrio vestido branco de decote discreto e saia rodada usado pela primeira-dama, Marcela Temer, virou hit na internet. Como resultado, a peça se esgotou no estoque da loja online da estilista, que já planeja uma nova leva de looks parecidos.

“Foi um pequeno furacão. Uma surpresa”, contou Luisa à revista Veja. “As vendas aumentaram. Estamos recebendo encomendas. A demanda é muito grande.”

Segundo a publicação, o vestido em tricoline de algodão, de 618 reais, foi comprado por Marcela na loja multimarca Ortiga, no Distrito Federal. Luisa sabia que o look tinha sido adquirido pela primeira-dama, mas não imaginava que ele seria usado em público algum dia – ou logo na primeira aparição oficial de Marcela pós-impeachment. “Fico feliz sempre que uma mulher decide usar uma roupa nossa”, diz, modesta, sobre a repercussão.

“A Marcela tem se mostrado uma pessoa discreta. Ela passou a optar por peças clean e elegantes. É um estilo que cai bem para mulheres sofisticadas, mas não pretensiosas.”

Luisa

O vestido criado por Luisa Farani virou febre instantânea.

vestido

Entre os profissionais da moda, o look de Marcela dividiu opiniões.

"Ela é uma mulher bonita, mas o look pareceu pouco protocolar para o evento de hoje. Talvez um tanto simplório, em forma e textura. Só segurou porque é uma mulher fisicamente interessante. Mas como menos é mais, melhor pecar pela falta do que pelo excesso", diz o estilista Luciano Canale, da grife Mara Mac.

"Gostei! Um vestido branco, clean, bem verão, em clima de paz. Ela é bonita e, agora, é primeira-dama, num país que está passando por momentos de crise econômica e política. A escolha do look está adequada", explica a stylist Zizi Ribeiro.

"Existe a curiosidade pela presença da Marcela, uma mulher lindíssima. Mas achei este vestido branco sem personalidade nenhuma, de um tecido muito chinfrim. Não está de acordo com a solenidade e com o lugar de destaque ocupado por ela no palanque presidencial. Mas o mais gritante é o tecido. Poderia ter escolhido um mais elaborado. Estava esportivo demais e não deveria colocar os braços de fora", comenta a consultora de moda Dany Padilla.

"Um look casual ao extremo. Nesse caso, o menos ficou sem graça. De fato, dá para se destacar com descrição, com look leve e suave... Mas foi extremo demais. Ela poderia imprimir um estilo fresh e despojado sem parecer que estava em um dia relax. Existem elementos interessantes. Acho bom vestir branco, os cabelos soltos e o make com aspecto natural... Mas Marcela passou uma imagem relax para a primeira-dama do país em um evento oficial", conta o stylist Luis Fiod.

"Adorei a maquiagem e o cabelo. A beleza estava leve, despretensiosa. Sou a favor do natural, sempre. Quanto menos, melhor! Independente da ocasião, Marcela precisa estar bem. E ela passou isso", aponta o maquiador Rodrigo Costa.

"Ela optou por ser o mais discreta possível. Talvez tenha ficado um pouco abaixo do dress code da ocasião. Acho que a Marcela escolheu este vestido mais simples para reforçar que o foco da atenção não é ela. E a primeira-dama também reforça a ideia de neutralidade que quer passar. Até na cor, que é de paz", opina Joana Nolasco, coordenadora de estilo da multimarcas Via Flores.

"Achei adequado (comprimento, decote...), mas o modelo é simples, o tecido também. Parece um voil de algodão. Podia ter um toque mais moderno e continuar adequado", sugere Natalia Paes, estilista da grife Augustana. (Via O Globo)

Os internautas também comentaram o look: 

Você também pode gostar

Clube Curta Mais
Clube de vantagens e descontos exclusivos
Acesse