19/11/2019 23:14
Turismo / Turismo em Minas Gerais

O que visitar a até 300 km de Uberlândia? Destinos encantadores em SP, MG e GO que vão te surpreender

Lugares incríveis e não muito distantes que dão uma ótima trip de fim de semana

Adelina
por Curta Mais

Se você mora em Uberlândia e já conhece tudo na cidade, ou simplesmente gosta de conhecer cidades nem tão conhecidas, ou conhecidas mas que não estão no seu roteiro de viagens esta seleção do Curta Mais foi feito pra você! Fizemos uma relação com diversos lugares pra conhecer nas proximidades de Uberlândia que são excelentes alternativas pra viagens curtas e bate-volta ou até mesmo passeios mais demorados.

Patos de Minas - via BR-365: 221 km

Parque do Mocambo — Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Patos de Minas

Patos de Minas fica a pouco mais de 200 km de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, a cidade pertence à região do Alto Paranaíba e é conhecida como capital do milho. Mas além do grande Festival 'Fenamilho', a cidade também tem outros atrativos que encantam os visitantes, confira:

• Lagoa Grande: situada em frente ao Terminal Rodoviário, é o cartão-postal da cidade;
•  Avenida Getúlio Vargas: onde estão alguns dos principais monumentos, praças e construções tombadas, que contam um pouco da história do município;
• Catedral de Santo Antônio: recentemente reformada, é um dos principais símbolos da cidade;
• Parque do Mocambo: maior área verde dentro do município;
• Parque de Exposições Sebastião Alves do Nascimento: local onde ocorre a Festa Nacional do Milho.
• Memorial da Casa da Cultura do Milho: e tem até museu dedicado ao cereal! São vários documentos e objetos que ajudam a contar a história da cidade e de sua festa maior. É localizado nas dependências do Parque de Exposições, onde ocorre a Fenamilho, e a visitação é aberta ao público.
• Mocambo: o Parque Municipal do Mocambo é ideal para fazer um piquenique ou curtir os pedalinhos (funcionam nos finais de semana) com os pequenos. Em seus 7 hectares de área verde, o parque abriga quadras esportivas, trilhas para caminhada e quiosque com churrasqueira, portanto é um ótimo programa para toda a família.
• Orla da Lagoa Grande : é o melhor ponto para caminhar, correr ou fazer um passeio de bicicleta, finalizando com uma água de coco geladinha!

Conceição das Alagoas - via BR-050: 166 km

Ubatã Thermas Parque Hotel — Foto: Divulgação Ubatã Thermas Parque Hotel

Conceição das Alagoas possui uma boa variedade de pontos turísticos. Uma cidade que conta sua história através de antigas construções e a tradição do artesanato que permanece nesta região. Os principais pontos turísticos são:
• Garimpo das Artes
• Ubatã Thermas
• Cachoeira do Coelho
• Cachoeira do Inferno
• Cachoeira do Nelfim
• Casa da Cultura
• Casa do Artesão
• Chácara José Borges da Silva
• Igreja Santa Rita
• Usina Volta Grande

Ituiutaba - via BR-365 - 166 km

Cachoeira do Salto— Foto: Reprodução Mapio.net

Para quem quer refrescar em dias de altas temperaturas as opções – além das piscinas – para quem quer enfrentar a onda de calor são as cachoeiras, rios e ribeirões da região. Em Ituiutaba, três cachoeiras se destacam pela beleza e em algumas, pela facilidade ao acesso:

•Salto, Rio da Prata: acesso pela BR-154, sentido Campina Verde, você vai andar 30 km (cerca de 40 minutos) até chegar na ponte do Salto. A estrada é praticamente toda pavimentada, entretanto, por volta do km 25, o motorista deve sair da pista principal e pegar uma estrada transversal à esquerda, sem pavimentação que vai dar até a ponte. O lugar, além de suas belezas naturais, conta com pequenos bolsões de areia na margem, corredeiras, pequenas cachoeiras e alguns poços mais profundos. Pra quem não tem carro ou moto, pode aproveitar pra fazer uma atividade física e pedalar até lá. Não é preciso fazer trilhas para chegar até a água, sendo de fácil acesso para crianças, idosos e pessoas com dificuldade de locomoção.

•Cachoeira da Escadinha, Ribeirão São Lourenço: mesmo sendo um pouco mais difícil o acesso, a cachoeira da escadinha é outra boa opção para quem quer se refrescar. Para chegar até ela, deve se pegar a Estrada do Prata (BR 464, que sai do bairro Canaã) sentido Ribeirão São Lourenço. A estrada é de terra e um pouco acidentada, porém, quem tem animação, pode ir de moto ou de bicicleta. Você vai até a primeira ponte que passa sobre o Ribeirão São Lourenço, atravesse e estacione o veículo no pasto, próximo à uma porteira, do lado esquerdo da estrada. Ali, deve seguir uma trilha (pouco sinalizada) cerca de 600 metros até a mata, e depois “descer”, por dentro da mata, até o rio. A trilha vai levar até a parte de cima da cachoeira, sendo que, para tomar banho embaixo dela, é preciso descer escalando pelas pedras.

•Cachoeira do Drummond: levando o nome da propriedade onde fica situada, essa cachoeira fica dentro de uma fazenda próxima aos limites urbanos, o que a torna de fácil acesso, até mesmo para quem não tem veículo. Para chegar até a cachoeira, deve seguir pela rua Arlindo Maximiliano de Almeida (próximo à Apae) até uma rotatória e pegar a avenida do Lago. Essa avenida termina em frente a um pasto, com uma trilha próximo à cerca. Deve se seguir pela trilha até uma cerca elétrica, e depois, seguir à esquerda , caminhando ao lado da cerca até a porteira da entrada da fazenda. Atravessando a porteira, a trilha leva direto até a queda d’água do Ribeirão São Lourenço. Na Cachoeira do Drummond dá pra tomar banho nos pequenos pocinhos embaixo da queda, que nessa época de seca estão mais vazios. Logo mais adiante também há alguns poços mais profundos e de águas cristalinas.

Vale lembrar que a Cachoeira da Escadinha e a Cachoeira do Drummond ficam em propriedades particulares, com porteiras trancadas e/ou cercas elétricas. Por isso, é importante conversar com um dos responsáveis da fazenda antes de visitar o local, para evitar quaisquer eventualidades.

Serra da Canastra via BR-452 e MG-190: 261 km

Cachoeira do Fundão, no Parque Nacional da Serra da Canastra — Foto: Alessandro Abdala

O parque Nacional da Serra da Canastra abriga a maravilhosa nascente do Rio São Francisco e sua cachoeira majestosa, a Casca D'Anta. Por lá, outra cachoeira que merece destaque á a do Cerradão.

Criado em 1972, o parque tem 200 mil hectares de área protegida, que abriga além da nascente do Rio São Francisco, outros monumentos da história da região e grande biodiversidade de flora e fauna do Cerrado brasileiro. Suas principais atrações são:

• Nascente do Rio São Francisco
Localizada a 6 km da Portaria 1 do Parque Nacional, após uma subida que recomenda-se fazer com veículo 4x4, chega-se a uma placa indicativa na estrada. Dali, há uma trilha curtinha demarcada que leva até uma pedra indicando o lugar de nascimento do Velho Chico, águas que ainda terão quase 3 mil km até o mar. A mesma trilha de pedras até a nascente leva a uma estátua em homenagem a São Francisco.

• A imponente Casca D'Anta
A Cachoeira Casca D'Anta é a primeira queda do Rio São Francisco, com 186 metros. Pela sua beleza e imponência, destacada no paredão de pedras, é a principal atração da região e pode ser vista de baixo ou pela parte de cima, ambos cenários dignos de cartão-postal.

A parte alta é acessada 20 km depois da Portaria 1 do Parque Nacional. A estrada de chão está em estado bem precário, por isso é aconselhável ir de veículos tracionados. Um cânion é formado pelo rio São Francisco para descer a serra, com uma sequencia de cascatas e piscinas naturais, algumas acessíveis para banho. Um mirante com desnível de superior a 300m apresenta a bela vista panorâmica da região, onde é possível ver parte da queda principal da Casca D'Anta e o imenso poço formado abaixo.

• Cachoeira do Cerradão
A Cachoeira do Cerradão é uma das mais altas da Serra da Canastra, com 3 lances totalizando 202 m de queda. A propriedade privada onde ela se localiza tem 60 hectares e foi transformada em Reserva Particular do Patrimônio Natural pelo IBAMA em agosto de 2001, segunda atração mais visitada da região.

• Gruta do Tesouro
A Gruta do Tesouro está localizada em uma fazenda a 16 km de São Roque de Minas, próximo ao distrito de Sobradinho, possui nos salões bonitos espeleotemas, um rio subterrâneo e uma pequena cachoeira interna. A visitação à gruta demora cerca de 2 h e é monitorada pela família proprietária da área.


Caldas Novas-GO ( a 174km de Uberlândia via GO-139)

Foto: Lagoa Quente de Pirapitinga (Lagoa Thermas Clube)

O conjunto formado pelas águas quentes e a ampla infraestrutura de lazer tornaram Caldas Novas e Rio Quente, em um dos principais polos turísticos do Brasil. Hotéis, parques temáticos e resorts de ambas as cidades exploram piscinas e fontes de águas naturalmente aquecidas (37°C), reforçadas por atividades recreativas, que atraem milhões de turistas todos os anos. Entre os pontos mais conhecidos está o parque aquático Hot Park, que fica no complexo de diversão do Rio Quente Resorts e tem atrações como toboáguas radicais e até uma praia artificial – na qual é possível, inclusive, aprender a surfar. Tudo isso em pleno Cerrado, a mil quilômetros do oceano. É um destino único, capaz de encantar crianças e entreter os adultos.

Existem três principais parques aquáticos em Caldas Novas: Water Park, Di Roma Acqua Park e Lagoa Termas Parque. Outro atrativo é o Parque Estadual da Serra de Caldas Novas, com duas trilhas que levam a pequenas quedas-d’água boas para um banho frio – para quebrar a rotina das águas quentes. Lá, placas identificam as espécies vegetais típicas do Cerrado.

 

Barretos-SP via BR-050: 239 km

Barretos Country Resort & Thermas— Foto: Divulgação

Barretos está localizado a 427 km da capital paulista, ao norte do estado e a 239 km de Uberlândia. 

• Centro histórico: a parte histórica de Barretos merece uma visita, que pode começar no marco histórico da cidade, que também é o seu marco inicial e geográfico. Isso significa que todas as distâncias são medidas a partir deste ponto, de onde surgiram as primeiras construções da Fazenda Fortaleza de Francisco Barreto, que deram origem a cidade. Outro passeio que você deve fazer em Barretos para saber mais sobre a sua história é ir até a Catedral do Divino Espírito Santo, localizada na Praça Francisco Barreto, s/nº.

• Universo country: Barretos já virou sinônimo de rodeio e festa de peão. Portanto, nada mais interessante do que visitar o parque onde é realizado anualmente o maior rodeio da América Latina, não é mesmo?

O Parque do Peão de Boiadeiro de Barretos foi inaugurado em 1985, em uma área de 50 alqueires. O local impressiona pelo seu tamanho, contendo um espaço para a feira comercial, estacionamento para 10 mil veículos, Berrantão, Rancho do Peãozinho (que vamos falar melhor mais tarde), área de camping, Rancho da Queima do Alho, fazendinha, hípica e o impressionante estádio polivalente de rodeio, projetado pelo renomado arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, com capacidade para 35 mil pessoas sentadas. Fica localizado na Rodovia Brigadeiro Faria Lima, Km 428.

Outro lugar que não pode faltar na sua lista é conhecer o Memorial do Peão de Boiadeiro, localizado dentro do Parque do Peão. O espaço conta a história da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos e de seu fundador, o Clube Os Independentes. Inaugurado em 2005, o memorial possui o formato que remete a uma lona de circo, em homenagem à lona que abrigou a primeira Festa do Peão, em 1956.

• Atrativos naturais: a chamada Região dos Lagos de Barretos é um convite para o descanso e a contemplação da natureza. Trata-se de um conjunto de três lagos ornamentais, abastecidos pelo córrego do Aleixo. Possui uma boa infraestrutura com ciclovias e calçadas para a prática de atividades esportivas. Fica localizada na Avenida Centenário da Abolição s/nº.

Já a Estância Ecológica Canaã é uma propriedade rural com ambiente familiar. Serve de refúgio para moradores e turistas, que podem apreciar a natureza e respirar ar puro. A proposta da estância é voltada para a vida no campo.

Há uma casa na árvore para as crianças, lago, várias nascentes, piscina e atividades como pesca e trilha. É possível passar o dia no local ou se hospedar no hotel ecológico 3 estrelas, que funciona dentro da estância. Para informações sobre valores, acesse o site oficial. A Estância está localizada na Via Pedro Vicentini, a 14 km do aeroporto de Barretos.

O Rancho do Peãozinho é outra opção de lazer para as crianças. O espaço, localizado dentro do Parque do Peão, conta com áreas gramadas que podem receber piqueniques. 

• Parque aquático: O Barretos Country Acquapar é considerado o primeiro resort country do país. Dispõe de parque aquático com uma piscina de ondas com extensa praia, um conjunto com seis toboáguas, além de outras dez atrações. Há ainda no espaço mini fazenda, mini zoológico, passeios de cavalos, trole, montaria em bois e em búfalos, trenzinho caipira, forte apache, tirolesa e muito mais. Dentro do parque funciona também um restaurante e um hotel com pensão completa. O parque fica aberto todos os dias até dezembro de 2017. Funciona das 10h às 18 horas. Para informações sobre valores, acesse o site oficial.

Para quem quer ir mais longe 
Araraquara-SP via BR-050: 370 km

Hotel Fazenda Salto Grande - Paisagismo envolvente — Foto: Douglas Sanches / Adamour Mattar

Reviva a fascinante época de ouro do café, no clima e nos ambientes do Hotel Fazenda Salto Grande. A cachoeira de 50 metros de queda d’água que batizou o nome da fazenda, ainda existe e pode ser visitada. O som das suas águas transporta os turistas para um tempo de grandes e memoráveis lembranças do passado. Hoje, o Hotel Fazenda Salto Grande é um lugar que combina de forma apaixonante, o conforto urbano e o aconchego do campo. Um espaço ideal para o lazer intenso em todas as suas opções de diversão aquática ou ecoturística. Mas é também um recanto de paz que permite o simples repouso para assim se recarregar as energias, em uma infraestrutura completa de hospedagem para toda a família.

O local ainda conta com toboáguas modernos e coloridos, piscinas aquecidas adulto e infantil, playground aquático, quiosque e um “bar molhado” que formam o principal ponto de encontro do agito, da alegria e da descontração de quem visita o Hotel Fazenda Salto Grande. A família pode curtir e relaxar ou se preferir pode se aventurar nas curvas emocionantes das rampas que levam os amantes da água a uma adrenalina contagiante.

Da trilha de caminhada ao passeio a cavalo, do arco e flecha à pesca esportiva, do campo de futebol à quadra de tênis ou do vôlei de areia ao beach tennis, os atletas de plantão têm diversas opções. Além é claro da academia, sauna e hidromassagem que complementam as opções de condicionamento ou relaxamento físico.

O Hotel Fazenda Salto Grande já recebeu por 5 anos consecutivos o selo de excelência da TripAdvisor Hall of Fame pela ótima experiência de estadia que proporciona, seja para temporadas que permitem explorar mais tudo o que oferece ou seja vivenciando um “Day Use” para dar um tempo merecido no corre-corre do dia a dia.

Capa: Hotel Fazenda Salto Grande - Foto: Douglas Sanches / Adamour Mattar / Fernando Mazzei /Fonte:G1

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Turismo

Descubra um recanto de águas cristalinas cercado por montanhas a poucas horas de Uberlândia

O lugar é ideal para quem curte o clima serrano, cachoeiras e cidades tranquilas


+ Turismo

Os 10 melhores e mais lindos cartões postais do Triângulo Mineiro

Confira uma lista com alguns dos principais atrativos turísticos da região


+ Turismo

Uberlândia abriga a primeira unidade de conservação integral do Triângulo Mineiro

O PEPF reúne importantes remanescentes do bioma cerrado


+ Turismo

10 opções de roteiros incríveis para uma viagem econômica em Minas Gerais

Fuja do comum e explore diversos locais ótimos para relaxar e recuperar todas as energias


+ Turismo

Uma das portarias da Serra da Canastra fica pertinho de Uberlândia; ideal para um bate e volta

Maior gruta de arenito da América Latina também é atração no local


+ Turismo

5 Igrejas e catedrais que você não pode deixar de visitar em Uberlândia

Locais encantam tanto pela arquitetura quanto pela história


+ Turismo

As 30 melhores cidades para se viver em Minas Gerais

O ranking da Firjan é baseado no desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros


+ Turismo

Um roteiro por museus, cachoeiras e cidades bucólicas de Minas, partindo de Uberlândia

Conheça cidades pacatas, históricas e paisagens de tirar o fôlego


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.