17/10/2018 14:47
Passeios / Turismo em Goiás

Visitamos um paraíso a 2hrs de Goiânia que todo aventureiro precisa ver com os próprios olhos

O Morro dos Pireneus é um ponto turístico ainda pouco conhecido pelos visitantes

img
por Curta Mais

Um verdadeiro paraíso que fica aqui bem próximo da capital e é pouco explorado por turistas é o Morro dos Pireneus. O lugar é maravilhoso para quem busca contemplar uma paisagem incrível e respirar ar puro em contato com a natureza.

Pirineus26

Vista parcial do alto do Pico dos Pireneus.

O pico fica situado na divisa dos municípios de Pirenópolis e Cocalzinho de Goiás e é um dos principais atrativos do Parque Estadual da Serra dos Pireneus e costuma-se dizer que é um lugar para quem tem coragem, pois ele tem 1385 metros de altitude, o equivalente a um predio de 461 andares, e não é tão fácil assim chegar ao ponto mais alto. Mas se você tem coragem, disposição e quer ter uma excelente história pra contar, acredite, vai valer a pena, pois em seu topo existe uma capela dedicada a Santíssima Trindade. É composto por rochas quartizíticas, de origem sedimentar, muito antigas, datadas como sendo do período pré-cambriano, mais de 1 bilhão de anos.

Pirineus1

Cristais que são encontrados em meio as rochas no local.

De seu cume é possível avistar diversas cidades, tais como Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Jaraguá, Edilândia, Abadiânia, Luziânia e Planalmira. E a noite, avista-se o esplendor de 9 cidades, entre estas estão Brasília, Anápolis e Goiânia.

 

UM POUCO DA HISTÓRIA

Importante marco geográfico, foi objeto de principal interesse da Comissão Crulz, grupos de cientistas que por aqui estiveram em 1892 para a demarcação o quadrilátero do Distrito Federal. Havia entre os cientistas da época uma forte dúvida quanto a altitude deste pico. Padre des Genettes havia afirmado que sua altitude era de aproximadamente 3.000 metros. Uma Comissão calculou com precisão a sua altitude e deixou no local um documento com o seguinte teor:

"Ascensão ao Pico dos Pyreneus - Alto do pico mais elevado, em 8 de Agosto de 1982.- Ás 12 horas da manhã do dia 8 de Agosto de 1892, 4° da Republica dos Estados-Unidos no Brazil, chegou ao alto d´este pico, o mais elevado d´entre os dos Pyreneus, a Comissão Exploradora do Planalto Central do Brazil e aqui fez observação para determinar com a maior precisão as coordenadas d´esta posição.

E, para attestar em qualquer época a sua presença, lavrou este documento que é por todos assignado e que depois de convenientemente lacrado, fica depositado no alto do próprio pico.

Assinaram: -L.Cruls. – Antonio Pimentel.- H. Morize.- Tasso Fragoso.- Pedro Gouvêa.- A. Abrantes.- Alipio Gama.- Hastimphilo de Moura.- P.Cuyabá.- Henrique Silva.- Paulo de Mello."

Pirineus7

O turista pode ver a capela no alto do morro antes mesmo de começar a trilha.

Em 1927, Cristovam José de Oliveira construiu uma pequena capela sobre o pico, que originalmente era de madeira, e foi realizada a primeira missa em 18 de junho de 1827 pelo padre Santiago Uchôa e mais 35 pessoas. Nesta época, mandaram talhar na rocha do pico a seguinte inscrição:

“Salve D. Emmanuel

9-7-930

Pyreneus de Goyaz

Tú és pedra

e sobre esta pedra

ficará a imagem

de quem te fez 

22-9-29”

Pirineus23 

A rocha que fica no alto do morro. 

 

TURISMO

Todo ano, no mês de julho, acontece a festa religiosa que é realizada deste 1722 na época de lua cheia nos picos dos Pireneus, com acampamentos em sua base. Levando a imagem da Santíssima Trindade, à noite sob a luz do luar. A festa é o único momento que é permitido acampar no local, apesar de ser um acontecimento religioso, é bastante abrangente, e frequentada por muitos jovens que buscam contato com a natureza. Para a subida do morro algumas precauções são necessárias, pois é uma caminhada um pouco longa. Tênis confortáveis e leves são recomendados, água é um item indispensável, ainda mais se for em dias de sol, mas sem dúvida o mais importante é estar sempre acompanhado de um guia local que conhece o trecho e pode dar dicas de qual trilha seguir. Durante o percurso a natureza faz a sua parte e presenteia o turista com maravilhosas de orquídeas, bromélias e muitas outras espécies de flores e plantas que só o cerrado oferece.

Confira as fotos desse paraíso chamado Morro dos Pireneus e programe-se para conhecer cada pedacinho do lugar. Vale muito a pena conhecer o Morro dos Pireneus e se encantar com as belezas naturais desse lugar.

Pirineus2

Capela situada no alto do morro.

Pirineus4

A capela que foi reconstruída.

Pirineus5

Imagem que fica na parta interna da capela.

Pirineus6

A capela recebe visita de turistas que várias partes do país. 

Pirineus8

Vista parcial da parte norte do morro.

Pirineus9

Vista dos pés do morro do Pireneus.

Pirineus10

Vista da trilha durante a subida.

Pirineus11

Vista parcial da parte leste do morro.

Pirineus12

Solo rochoso e plantas do cerrado fazem parte da paisagem durante a subida.

Pirineus13

Árvores nativas do cerrado compõe um cenário único aos turistas que passam pelo local.

Pirineus14

 

Um paredão de rochas que pode ser escalado pelos praticantes de motanhismo.

Pirineus15

 

Vista da cidade de Abadiânia.

Pirineus16

Vista da cidade de Cocalzinho de Goiás.

Pirineus17

Paredão de rochas que corta a trilha.

Pirineus18

Vegetação do cerrado que cerca a trilha.

Pirineus19

Vista parcial a parte sul do morro.

Pirineus20

Cruz que fica na capela na parte de cima do morro.

Pirineus21

Vista da parte de baixo do morro.

Pirineus22

Capela. 

Pirineus24

Escadaria de acesso a parte final da trilha.

Pirineus27

A cada passo rumo ao pico do morro maior e melhor se apresenta a vista panorâmica.

Pirineus25

Vista parcial do alto do morro.  

Pirineus28

Santíssima Trindade que fica no inteiror da capela. 

 

Serra dos Pireneus, Pirenópolis-GO

Distância: 20 km do trevo de saída de Pirenópolis

Horários de visitação: Todos os dias das 8h às 20h

Entrada Franca

Informações: João (Guia Local) e www.pirenopolis.tur.br

Maiores informações: CAT Pirenópolis: (62) 3331-2633

Fotos: Marcos Aleotti e Japa Jukemura

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Passeios

5 lugares para curtir a natureza com seu pai

Separamos hotel, passeio rústico e até trilha para vocês se divertirem


+ Passeios

10 bares em Goiânia para curtir a segunda-feira de último dia de férias

Ainda dá tempo de aproveitar o restinho das férias.


+ Passeios

Mostra sobre 'The Beatles' em Goiânia é a maior do Brasil

Os fãs dos músicos sonhadores de Liverpool poderão vivenciar uma incrível experiência


+ Passeios

Sesc Goiás realiza projeto gratuito 'Goiânia - para conhecê-la mais'

No dia 30 de junho, o Sesc Goiás realiza mais uma edição do projeto “Goiânia - para conhecê-la mais”


+ Passeios

Alguns dos melhores pesque-pague para se visitar em Goiânia

Escolha um dos destinos e relaxe!


+ Passeios

10 coisas pra se fazer na véspera da véspera de Natal em Goiânia

Eventos, feira, experiências gastronômicas e uma lista de filmes pra você aproveitar o sábado melhor


+ Passeios

8 roteiros natalinos para aproveitar em Goiânia

Veja aonde ir nesse natal para aproveitar ao máximo o que a cidade oferece e se divertir muito


+ Passeios

Vídeo flagra momento em que filhote de ganso é engolido por peixe no Parque Areião em Goiânia

A cena foi gravada por funcionários da Amma, quando fazia a manutenção no local


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2018. Todos os direitos reservados.