15/11/2019 15:08
Cinema / Matéria

Saiu a lista dos 12 filmes brasileiros na disputa pelo Oscar 2020

A seleção não garante que o representante brasileiro de fato chegue a disputar a categoria de melhor filme internacional do Oscar

Kariny
por Kariny Bianca

A Academia Brasileira de Cinema divulgou a lista dos filmes habilitados para representar o Brasil na premiação do Oscar 2020. Ao todo, 12 longas foram selecionadas. No ano passado, 22 produções estavam na disputa – o filme selecionado, na ocasião, foi O Grande Circo Místico, de Cacá Diegues.

Mesmo que nenhum filme ganhe o prêmio, vale a pena escolher alguns da lista pra assistir. 

Confira a lista completa: 

1. Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles

O filme tem sido definido por seus autores como uma história "de resistência". Bacurau é um povoado do sertão de Pernambuco, onde uma série de assassinatos inexplicáveis começam a acontecer.

70d5137f43eb544f10af911876563871.jpgCena do filme Bacurau/Divulgação

2. Los Silencios, de Beatriz Seigner

O filme conta a história de Amparo (Marleyda Soto), que foge com seus filhos pequenos do conflito armado colombiano e encontra o pai das crianças (Enrique Diaz), que estava desaparecido, vivendo em uma ilha povoada por fantasmas no Rio Amazonas, na fronteira entre a Colômbia, o Peru e o Brasil.

3d494a29d99c7845de8df87c0c78be8a.jpgCena do filme Los Silencios/Divulgação

3. A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, de Karim Aïnouz

O filme conta a história de duas irmãs, no Rio de Janeiro dos anos 1950, que lutam para tomar as rédeas de seus destinos.

945b5614c6c30ebbd97dc03e1109c136.jpgCena do filme A vida invisível/ Reprodução

4. Sócrates, de Alex Moratto

O filme narra a vida de Sócrates, um adolescente negro de 15 anos, morador de Santos, litoral de São Paulo, que precisa lidar com a pobreza extrema, a morte de sua mãe e o preconceito por ser homossexual.

251033b9a52f371896739b38527b32dc.pngCena do filme Sócrates/ Reprodução

5. A Última Abolição, de Alice Gomes

O documentário aborda a escravidão no Brasil com especial enfoque no período da abolição, destacando os movimentos abolicionistas, seus aliados e inimigos.

5c4ad36c4578eef76490c353fdc87f3b.jpgCena do documentário A última abolição/Reprodução

6. A Voz do Silêncio, de André Ristum

Sete pessoas conduzem suas vidas buscando aquilo que acreditam trazer satisfação pessoal. Mesmo com vidas distintas e distantes, elas se aproximam pela maneira como orientam suas existências.

f4ab06f692e1608858b41b94c3c8bb22.jpgCena do filme A voz do Silêncio/Reprodução

7. Bio, de Carlos Gerbase

Nascido em 1959 e morto em 2070, um homem tem uma patologia especial que não o permite mentir. Depois de sua morte, amigos e membros de sua família se reúnem para relembrar acontecimentos especiais pelos quais passaram juntos e que montam um interessante retrato da biografia do rapaz.

2e879feb19f48d951b07c1a229ea4ae8.jpgCena do filme Bio/Reprodução

8. Legalidade, de Zeca Brito

O filme aborda o momento histórico brasileiro, em 1961, quando o presidente da República, Jânio Quadros, renuncia e seu vice, João Goulart, deve ascender ao posto. Para evitar que um golpe organizado pelos militares entrasse em curso, o governador do estado do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, inicia um movimento inédito no país, pelo respeito à Constituição Federal.

8d9b73abafb05ae1e77ffb435d5a2523.jpgCena do filme Legalidade/Reprodução

9. Humberto Mauro, de André Di Mauro

Um pioneiro do audiovisual brasileiro, Humberto Mauro fez história com uma grande carreira entre a década de 1930 e 1960, produzindo mais de 300 curtas, médias e longa metragens e se tornando diretor do Instituto Nacional de Cinema.

4903ee84c4e7fdec977393c6885bd645.jpgCena do documentário Humberto Mauro/Reprodução

10. Espero Tua (Re)Volta, de Eliza Capai

Um retrato do movimento estudantil que ganhou força a partir do ano de 2015, ocupando escolas estaduais por todo Brasil. O documentário tenta compreender as ocupações e as suas principais pautas, a partir do ponto de vista dos estudantes envolvidos.

cb49b28c69fe5c07ab161d1bae8e0788.jpgCena do filme Espero Tua Revolta/ Reprodução

11. Chorar de Rir, de Toniko Melo

Nilo Perequê é um humorista que estrela um programa de TV chamado "Chorar de Rir". Ele ganha o prêmio de melhor comediante do ano e decide mudar radicalmente sua carreira, se dedicando totalmente ao drama.

cdcd0f6ba53b0957ed728a7e144757ab.jpgCena do filme Chorar de Rir/ Reprodução

12. Simonal, de Leonardo Domingues

Dono de voz marcante, carisma encantador e charme irresistível, Wilson Simonal nasceu para ser uma das maiores vozes de todos os tempos da música brasileira. No entanto, após anos de sucesso conquistado com muito trabalho, suas finanças descontroladas o levam a, em um rompante de ignorância, tomar decisões que podem mudar para sempre sua carreira.

d6bb419e12a4f49e6edcdd50e5e6e803.jpgCena do filme Simonal/Reprodução


NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Cinema

Filme de Scooby-Doo ganha trailer e revela origem da parceria com Salcicha

Além dos dois, também aparecem no trailer as versões mirins de Velma, Fred e Daphne


+ Cinema

HBO lança minissérie com o 14 Bis do goiano Alan Calassa

Trailer do filme ‘Santos Dumont’ traz nuances da vida e história do grande pioneiro dos ares


+ Cinema

Filme sobre o caso Suzane Von Richthofen será contado em duas versões e estreia ano que vem

A história do crime cometido por Suzane será contado sobre duas perspectivas. Sobre 'A menina que matou os pais' e 'O menino que matou meus pais' abordando o lado dos irmãos Cravinhos


+ Cinema

'Star Wars: Ascensão Skywalker' Último filme da saga ganha trailer assustador

Rey passou mesmo para o lado negro da força?


+ Cinema

Uau! Nostalgia é o que define a volta de Matrix aos cinemas

A boa notícia é que a nova geração vai conhecer a ficção científica tão querida por nós


+ Cinema

Peter Fonda, ator de 'Easy Rider' morre de câncer no pulmão aos 79 anos

O filme com título em português "Sem destino" fez o ator ficar famoso em 1969. Ele também concorreu por atuação em "O ouro de Ulisses em 1997


+ Cinema

Filme brasileiro ‘Bacurau’ ganha Prêmio do Júri no Festival de Cannes

O longa de Kleber Mendonça Filho tem Sônia Braga no elenco principal


+ Cinema

 Filmes de Maria Fernanda Cândido e Sônia Braga são indicados ao Festival de Cannes 2019

Os longas Bacurau e O Traidor disputarão o Palma de Ouro, prêmio máximo do festival


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.