21/08/2019 06:29
Serviço / Dicas

Procon aponta diferença de até R$ 40 para mesmo ovo de Páscoa

Confira a tabela e economize!

Yasmim
por Yasmim Fleury

A maior variação entre menor e maior preço encontrada nos ovos de chocolate foi de 119,43%. É o caso do ovo de Páscoa – Spider-man – 150 g (Nestlé). Esse produto foi encontrado ao menor preço de R$ 34,59 e o maior a R$ 75,90. Já em relação às caixas de bombons a maior variação registrada foi na caixa de bombom – Ferrero Rocher – 150 g. Os preços oscilaram entre R$ 18,90 a R$ 44,90, variação que chegou a 137,57%. Considerando as Colombas Pascais, a maior variação foi de 36,03%, encontrada na Colomba Pascal – 750 g (Bauducco), cujos preços variaram entre R$ 21,98 a R$ 29,90.

Os técnicos do PROCON Goiás visitaram, do dia 04 ao dia 09 de abril, 15 estabelecimentos da capital. Foram coletados os preços de 49 produtos como ovos de chocolate, bombons e colombas de Páscoa. A intenção com a divulgação, além de dar informações de preços médios, facilitando a pesquisa de preços, por parte do consumidor, é fornecer também informações que auxiliem na escolha do melhor custo/benefício, além de fornecer dicas e orientações na hora da compra.

 

PROCON Goiás prevê aumento nas vendas de produtos mais baratos como barras de chocolate e bombons

Na avaliação do PROCON Goiás, o aumento das vendas pode estar relacionado com os produtos mais baratos como as barras de chocolate e os bombons. Pois diferente do que os técnicos do órgão costumavam observar em anos anteriores, a quantidade de produtos expostos à venda, as decorações, os enfeites, entre outras coisas, estão bem mais modestos na Páscoa deste ano.

 As barras de chocolate e os bombons, produtos normalmente mais baratos, têm ganhado a preferência nas prateleiras e no estoque por parte dos empresários. Conforme dados divulgado pela Associação Brasileira de Supermercados, neste ano houve uma redução de 9,8% no número de encomendas aos fabricantes de ovos de Páscoa. Como no próximo domingo, dia 16, será comemorado o domingo de Páscoa, a demanda por esse produtos nesta semana deve aumentar.

 

Produtos estão em média 1,05% mais caros

Considerando os produtos com redução no preço médio e outros com elevação, o reajuste médio anual, no geral, ficou menor, se comparado aos apurados em anos anteriores. Individualmente o maior aumento encontrado foi de 7,38%, onde o preço médio praticado em abril de 2016, na venda do ovo de Páscoa Castanha-do-Pará (Garoto) – 375g era de R$ 43,68, e neste ano o preço médio verificado foi de 46,90.

Já a maior redução encontrada entre os ovos de chocolate foi de -6,39%. O ovo de Páscoa Bis Lacta – 240 gramas, que era vendido em média a R$ 32,31 em abril do ano passado, está sendo comercializado em média, neste ano, a R$ 30,25.

 

Algumas variações de aumento / redução (preço médio):

8e370505d6fdd113cd761e8e2adc13bc.JPG

 

Redução do peso maquia o aumento real do produto

No ano passado o PROCON Goiás verificou que muitos ovos de chocolate tiveram os tamanhos reduzidos. Neste ano, foi a vez das caixas de bombons. Essa redução no peso, no entanto, acaba maquiando o aumento real de preço do produto, levando o consumidor a acreditar que não houve aumento de preços. Exemplo: a caixa de bombom Lacta,  era vendida em abril de 2016 ao preço médio de R$ 9,00 e tinha peso de 332gramas. Já neste ano, este produto apresentou redução no preço médio de -1,52%, sendo vendido ao preço médio de R$ 8,86. No entanto, o peso desse produto vendido atualmente é de 302 gramas. Neste caso, considerando o preço por grama do produto, ao invés de redução no preço médio, houve, de fato, uma elevação de 7% no preço.

Foi verificada ainda, redução no peso da caixa de bombom – Ferrero Rocher – de 187 gramas para 150 gramas. Na Caixa de bombom – Nestlé – de 335 gramas no ano passado com redução para 300 gramas este ano.

 

Veja o quadro:

124e3450a01c349d915699d6a1518dfc.JPG

 

Ovos ou barras? Fique atento

Pelos estoques observados pelos pesquisadores do PROCON Goiás, e a expectativa dos comerciantes ouvidos no momento da coleta de preços, é esperado um incremento na venda dos produtos mais baratos como barras de chocolate e bombons.

A explicação pode ser a perda do poder aquisitivo do consumidor, que está mais criterioso ao analisar o valor do produto e o melhor custo/ benefício. No entanto, sem considerarmos o valor afetivo que o ovo de chocolate representa, e a preferência de cada consumidor, o órgão fez as contas e demonstra na ponta do lápis a economia de acordo com a preferência.

 Enquanto o ovo de Páscoa Diamante Negro e Laka (meio a meio) de 500 gramas é vendido, em um estabelecimento da capital, por R$ 49,99, ou seja, R$ 0,10 por cada grama; esse mesmo produto, vendido em barra de 160 gramas custa, no mesmo estabelecimento, R$ 6,29, ou seja, R$ 0,04 cada grama.

Considerando o mesmo peso do ovo de chocolate (500 gramas), porém, ao preço do produto vendido em barra, o valor seria de R$ 20,00. O que daria para comprar o dobro do peso (1 kg) e ainda sobrariam R$ 9,99 para comprar uma caixa de bombons de 300 gramas.

 

Dicas e Orientações

Ao adquirir ovos de chocolate com brinquedos, os pais devem ficar atentos às informações da embalagem como a faixa de idade recomendável e o selo do Inmetro. Também devem estar atentos ainda às especificações de peso, data de validade, composição e, principalmente, restrição de consumo.

Ao adquirir ovos de chocolate em bancas de promoção, muitas vezes quebrados e, por esta razão, com preços mais atrativos, muitas vezes o consumidor não terá o direito de reclamar posteriormente. Porém, todas as  informações referentes aos produtos devem ser repassadas ao consumidor de forma clara, precisa e ostensiva, de maneira a não induzi-lo ao erro na hora da compra.

 

Para acessar a planilha de preços clique aqui.

 

Via: Procon Goiás

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Serviço

Goiânia recebe feira com mais de 800 vagas de emprego e estágio nesta sexta-feira

Projeto IEL em Ação é realizado em parceria com shoppings de Goiás, capacita e encaminha estudantes para o mercado de trabalho gratuitamente


+ Serviço

Goiânia ganha primeiro estacionamento exclusivo para autistas

Iniciativa pioneira no Brasil, Goiânia agora possui vagas de estacionamento com uma comunicação visual lúdica, colorida e emocional para autistas


+ Serviço

Canadá abre 430 vagas de emprego para brasileiros

Além de emprego na cidade de Quebec, os brasileiros também podem participar seleções para bolsas-de estudo de até 40 mil dólares canadenses


+ Serviço

Centro de Línguas da UFG abre inscrições para o segundo semestre de 2019 em Goiânia

São ofertadas vagas para Inglês, Francês, Italiano, Alemão, Espanhol e Mandarim com um preço único para todo o semestre


+ Serviço

Cidadãos de baixa renda podem ter acesso gratuito à primeira CNH em Goiás

A previsão é que a CNH Social seja implantada a partir de 2020


+ Serviço

Cursinho pré-vestibular da UFG está com inscrições abertas em Goiânia

Cursinho da Federal é gratuito, voltado para pessoas de baixa renda para auxiliar o aluno a conseguir aprovação nas instituições de ensino superior


+ Serviço

Confira as mudanças no trânsito da região da 44 em Goiânia

Durante os cinco meses da obra, o trânsito local sofre várias mudanças e é bom se preparar!


+ Serviço

Valor da vistoria do Detran fica quase 40% mais barata em Goiás

O novo valor da vistoria passa a valer nos próximos dias, assim que forem cumpridos os trâmites burocráticos


TV Curta Mais

MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.