19/07/2019 20:37
Notícias / Conteúdo

Príncipe Imperial do Brasil diz que nunca autorizaria o casamento real de Harry e Meghan Markle

"Sou católico e como católico não posso ver com bons olhos o casamento de uma divorciada."

Júlia
por Júlia Marreto

O Parlamento britânico, em 2013, determinou que se o noivo ou noiva forem um dos seis na linha de sucessão ao trono, a soberana precisa aprovar oficialmente a união antes. E foi o que acontece no último sábado, quando a rainha Elizabeth II, do Reino Unido, deu seu aval ao casamento de Harry e Meghan.

Como vimos anteriormente, o casamento que aconteceu hoje (19) deu muito o que falar (positivamente), por ser considerado um marco de transição na história em relação à igualdade sócio-racial, que vem sofrendo (bastante) no Reino Unido.

Mas, aparentemente, se este casamento fosse realizado dentro da família imperial brasileira, ele simplesmente não aconteceria. E o motivo? Não haveria a permissão de Dom Bertrand Maria Jose de Orleans e Bragança, príncipe imperial do Brasil e segundo na linha de sucessão ao extinto trono brasileiro.

Em entrevista à BBC, Dom Bertrand conta que: "Se o príncipe Harry estivesse se casando com uma princesa, ou uma mulher de família nobre, e não com uma divorciada, a satisfação dos britânicos seria muito maior e no mundo inteiro a repercussão também seria muito maior."

E continua: "Todo casamento com príncipe, sobretudo no Reino Unido, tem repercussão. Sou católico e como católico não posso ver com bons olhos o casamento de uma divorciada. Isso é contra os princípios católicos. Nunca poderia aprovar este casamento, sob pena de não ser corente com a minha fé".

Declaração que bate de frente com uma declaração do próprio líder da Igreja Católica, o Papa Francisco, em 2016, na qual afirmava que os divorciados que voltam a se casar "podem viver e voluir como membros ativos da igreja".

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

QuintoAndar zera taxa de administração para proprietários e dá R$700 de desconto para inquilinos de Goiânia durante mês de julho

Ação contempla o cancelamento da taxa de administração durante os seis primeiros meses e o desconto de R$ 700 na primeira mensalidade do aluguel em contratos fechados até o dia 31/07/2019


+ Notícias

'Bolsonaro é minha maior decepção', desabafa Alexandre Frota

O parlamentar disse, em entrevista à revista Época, que sente “nojo” do bolsonarismo “xiita” e que defende João Doria (PSDB) para comandar o país em 2023


+ Notícias

Veja o que fazer em Goiânia neste final de semana

Julho, mês de férias mas a cidade está cada dia mais agitada. São shows para todos os gostos e bolsos


+ Notícias

Grupo terrorista revela plano para matar Bolsonaro, diz revista

Em entrevista a Veja, representante do SSS ameaça presidente, seus familiares e dois ministros


+ Notícias

Terminal Isidória funcionará em local provisório a partir de Agosto

 As operações serão transferidas para que a prefeitura realize obras no atual terminal. Confira as linhas que podem sofrer alterações


+ Notícias

Marcos Mion e Jair Bolsonaro chegam a acordo para incluir autismo no Censo 2020

Ação dará maior visibilidade a questão e possibilita uma melhor política pública


+ Notícias

Chico: conheça o cachorro que superou todos os limites de como brincar no quarto da dona

Nós aqui do Curta Mais achamos que as provas contra o bichinho são insuficientes e inconclusivas


+ Notícias

Motociclista anda sobre as águas do Rio Araguaia utilizando moto adaptada; veja vídeo

Agora a NASA vem ao Brasil! Este motociclista conseguiu comprovar a teoria de que as motos são como Jet Skis sim


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.