23/09/2017 13:31
Notícias / Artigos

Os produtores mais importantes da cena rock de Goiânia

Eles são responsáveis por fazer de Goiânia uma verdadeira meca do rock

13456    22

por Curta Mais

 

Goiânia é um celeiro cultural para a produção musical independente. E essa rica produção não se limita ao rock, é música de verdade, com produções autênticas da nossa terra. Para que nossos músicos e bandas chegassem ao nível de profissionalismo que chegaram hoje, muita gente trabalhou pesado nos bastidores! Então, Curta Mais listou aqui, alguns dos produtores dos festivais de música mais expressivos de Goiás, como Bananada, Vaca Amarela, Grito Rock, Goiânia Noise Festival e outros! Conversamos com Rodrigo Carrilho, Fabrício Nobre, Leonardo Razuk e Vitor Cadillac que nos indicaram nomes indispensáveis para esta lista, em total clima de fairplay, como um time da música goiana! 

Rodrigo Carrilho

d8046940f5c2c382ff3f6806b46c0e14.jpg

O proprietário do Bolshoi Pub é formado em Educação Física e já teve duas casas noturnas antes do pub. Discoteca há mais 25 de anos, sempre passando pelo rock (dos anos 50 a 2000), blues, soul, jazz e rockabilly.

Rodrigo já trouxe ao palco do Bolshoi, que é um dos mais respeitados do Brasil e do mundo, mais de mil bandas (grupos, músicos) do rock, jazz, blues e soul, destas, mais de 50 internacionais, como: The Doors, Nazareth, Robben Ford, Stanley Jordan, Magic Slim, Jhonny Winter, Guy King, Willie Walker.

 

Fabrício Nobre

552778a826fe598ed04361d51bc15acb.jpg

Fabrício Nobre fundou a Construtora Música e Cultura, que é uma empresa gestora de carreiras artísticas / musicais e também uma agência de “booking” de shows de artistas (Black Drawing Chalks, Bonde do Rolê, Boogarins, Hellbenders, e outros). Já foi Superintendente de Ação Cultural da Secretaria da Cultura do Estado de Goiás. Dirige o Festival Bananada desde 1999.

Fundou e presidiu a ABRAFIN (Associação Brasileira de Festivais Independentes) entre 2005 e 2010. Geriu o mais importante selo de rock independente do país das últimas duas décadas, a Monstro Discos, onde fez a produção artística e direção executiva de 12 edições do Goiânia Noise Festival.

 

Daianne Dias

88e94b4f42254d8d5d9a03fe2a7aaaf1.jpg

É sócia de Fabrício Nobre na produtora A Construtora Música e Cultura, onde é produtora executiva do Festival Bananada. Graduada em Publicidade e Propaganda, desde 2005 atua em produções de cinema e vídeo, em eventos de cultura popular, festivais de cinema e música, acompanhamento de bandas, elaboração de projetos para leis Municipal, Estadual e Federal de incentivo à Cultura e editais em geral. Fez parte da equipe de festivais de grande visibilidade Nacional como Goiânia Mostra Curtas, III Festisesi. Trabalhou na Monstro Discos e Produções, como Coordenadora de Produção e Logística (Nacional e Internacional) dos festivais: Bananada e Goiânia Noise Festival.

Atende o Governo do Estado de Goiás em festivais como FICA e o Canto da Primavera, como Diretora Artística. Passaram pelos palcos desses festivais nomes de peso da música brasileira e internacional, como: Manu Chao, Os Mutantes, Ney Matogrosso, Caetano Veloso, Maria Rita, Rita Lee, Demônios da Garoa, entre outros.

 

Leonardo Razuk

4ba861d327fd05d20184a46a44792a0c.jpg

Formado em jornalismo, é um dos sócios da Monstro Discos, que existe oficialmente como gravadora desde 1998 e já lançou mais de 200 títulos, entre DVDs, CDs, Vinis, fita cassete. A produtora lança artistas goianos e dá assistência na divulgação e distribuição do trabalho. Organiza o Goiânia Noise Festival, o segundo festival de rock mais antigo do Brasil e que este ano chega à sua 22ª edição. Além do Noise, promovem um evento mensal chamado Monstro Rock que acontece no Martim Cererê e traz bandas do Brasil todo e dá espaço para bandas independentes. Promovem turnês com bandas do estado pelo Brasil e turnês com bandas internacionais. Também são responsáveis pela Noitada Monstro, Goiânia Rock City – que lança DVD no final de 2016 e já tem 3 CDs com bandas goianas lançadas pela Monstro.

 

Márcio Junior

7aea7d35e211a3314df1b0da12b8cf7b.JPG

Foto: Márcia Deretti

Márcio Mário da Paixão Júnior nasceu em Goiânia, em 1972. Produtor cultural, Mestre em Comunicação pela UnB e doutorando em Arte e Cultura Visual pela UFG, foi sócio fundador da Monstro Discos, MMarte Produções e Escola Goiana de Desenho Animado. Criou o Goiânia Noise Festival e a TRASH – Mostra Goiana de Filmes Independentes. Dirigiu ‘O ogro’ e produziu ‘Faroeste: um autêntico western’, premiadíssimas animações. Editou as revistas ‘Into’, ‘Voodoo!’ e ‘Macaco’. Lançou, em 2015, o livro ‘COMICZZZT!: Rock e quadrinhos - possibilidades de interface’. Quadrinista bissexto, é também vocalista da banda Mechanics.

 

Leonardo Bigode

3c518755a164fda531f31ca9ed8dc176.jpg

Leo Bigode fundou a Monstro Discos junto com Márcio Junior. Hoje é sócio de Leonardo Razuk. Teve sua primeira banda de rock no final dos anos 80, a Jukes. Depois foi vocalista da Scabide e da Resistentes. Hoje, aos 41 anos, continua promovendo eventos à frente da Monstro Discos.   

 

João Paulo Carneiro

João Paulo Carneiro, 24 anos, engenheiro, atua no mercado de eventos desde os 14 anos. Com perfil empreendedor, promoveu seu primeiro festival de música independente aos 16 anos. Em 2011, ingressou na Fósforo Cultural, sendo sócio da produtora, coordenando a produção de festivais como o Vaca Amarela e o Grito Rock Goiânia. Também faz parte da produção do Festival Bananada desde 2014, atuando na última edição como um dos coordenadores de produção.

 

João Lucas Ribeiro

2d8b0c594dda60bfda33fd4d7510a973.jpg

Tem 32 anos, é formado em Rádio e TV e estuda Produção Cultural na UEG. Diretor da Fósforo Cultural, promovem o Vaca Amarela, Grito Rock e agenciam várias bandas. Já tocou na banda Johnny Suxxx and the Fucking Boys, agora é João Canta Brandão.

 

Vitor Cadillac

c814c59946d0082588ebaba5f61a3bcc.jpg

Com 24 anos, o jovem produtor faz parte do Circuito Fora do Eixo desde os 16 anos, responsáveis pelo Mídia Ninja. Produtor do Vaca Amarela, Grito Rock, La Bomba Latina, integra o grupo da Fósforo Cultural há 6 anos. Curte bandas como Overfuzz e Components.

 

Chrisley Hernan Fernandez Ximenes

f4121070a32f483aaaaa7a7493e2285e.jpg

Foto: Caroline Carvalho e Lorranna Santos

Com 18 anos, o jovem Chrisley já possui o nome atrelado ao histórico de mais de meia centena de eventos. É um nome importante no casting de alguns dos maiores festivais de música alternativa do Centro-Oeste: Vaca Amarela e Grito Rock. Também já prestou serviços para o Festival Bananada. Configura-se como uma das maiores apostas do selo goiano "Fósforo Cultural", sendo o nome designado para dirigir todas as produções da nova, mas nada tímida, "Falante Records", subselo filho da citada "Fósforo", que já possui contrato assinado com mais de 20 bandas em menos de um semestre. Chrisley também é criador e responsável pelo selo de produção cultural intitulado "Lontra Produções" e baixista nas bandas: Urumbeta do Espaço e Lutre.

Release adaptado de Fernando Manso

 

Camilo Rodovalho

26476caccb6ef57ce17942a9db5dea9a.jpg

Camilo tem 25 anos, é formado em Direito e produzia festas e shows em Goiânia quando entrou (há cerca de 2 anos e meio) para a produção da Fósforo Cultural.

 

Renato Cunha

ff33d47664cedf7824335b60674a163b.jpg

Renato é bacharel em Direito e um dos sócios no Complexo Estudio & Pub, que sempre abre espaço para projetos locais de música. Estudou áudio e acústica no Instituo de Áudio e Vídeo em SP, técnico de som das bandas Boogarins e Carne Doce, já trabalhou em diversos festivais de Goiânia, como Bananada, Festival Gastronômico de Pirenópolis, Arraiá do Cerrado. E ainda é guitarrista da banda Black Drawing Chalks.

 

Beto Rockfeller

105030322e7f6f3fcc6188a7902d7dda.jpg

Engenheiro Mecânico por formação, Beto começou sua experiência como produtor por volta de 2005, observando como Fabricio Nobre produzia sua banda, a "Rockefellers". Com assessoria de Fabrício, lançaram 3 discos e tocaram nos principais festivais do Brasil com a banda, que acabou em 2013. Há cerca de 2 anos, começou a estudar mais afundo produção musical , lendo livros , artigos e pensar num formato para novas produções . Após ter seu projeto aprovado pelo Diablo Pub e pelo Estúdio República, começou a invetir em bandas autorais. Na Diablo, faz a "Diablo Session's", onde 2 bandas autorais tocam entre 21h e 22h30 e às 23h a casa "reabre" para outra festa não relacionada diretamente com a apresentação das bandas . No Estúdio República, acontece a "hora do Rock" às sextas e sábados: 3 bandas autorais por evento.

Beto também é produtor musical , trabalha com o Gustavo Vasquez no RockLab, faz a pré-produção de bandas. Agencia e produz diretamente 3 bandas: Sotão, Sheena Ye e a Coletivo Bigorna Funk. Atualmente, é Guitarrista na banda LANDING STRIPPERS, que está em fase de produção do primeiro disco.

 

Wander Segundo 

320ba0d80145808131ee4dc9778110c6.jpg

Com 37 anos, Wander é mestre em Filosofia Política pela UFG, baixista e vocalista das bandas Corja (desde 1998), Os Canalhas (desde 2002) e Rhumbs (desde 2014), DJ em várias casas de rock desde a década de 90. Desde 2001 é administrador do selo underground Two Beers or not Two Beers que funciona através da autogestão entre o selo e as bandas de forma contracultural e antimidia. Já lançou mais de 100 títulos de bandas de Goiânia e do Brasil, sendo um dos mais respeitados selos underground/DIY do país, tendo lançado a discografia de bandas importantes da cena goiana como Desastre, Ressonância Morfica, Death From Above, WCM, Spiritual Carnage, The Galo Power dentre outras. A selo também produz eventos, como Miscelanea, Marmelada e Brutal Fest. Atualmente, promove o Ocupem as Ruas evento libertário gratuito mensal no Grande Hotel e prepara a comemoração dos 15 anos do selo dia 22 de julho (sexta-feira, no Republica, com o show Noise Not Music).

 

Mario Pires

828cb2939898e4ef508e8f3d9e98fbe1.jpg

Trabalha na Casa de Música e produz o Quintal, evento de projetos independentes e intervenções culturais que acontece em Goiânia.

 

Angelo Martorell

43b7c25b5a433024f46c5c1d48cab035.jpg

Angelo Martorell é paulistano e publicitário formado em Comunicação Social pela UFG e começou sua carreira de Dj juntamente com a carreira na propaganda, em meados dos anos 2000. Desde então, não parou de propagar seus gordos grooves em eventos por todo o Brasil, principalmente, em Goiânia, cidade que o acolheu. Em 15 anos de estrada, já tocou em festas, festivais, eventos e também já realizou uma pancada de coisas. Dentre elas:
- Psyfullmoon/1999-2016: 
Fez parte do casting de Djs desse crew de trance, ambient music e vertentes que ajudou a inaugurar e fortalecer essa cena eletrônica em Goiás, em meados dos anos 2000. Foi aqui que aprendeu suas primeiras a discotecar e também a sonorizar, fazendo dj sets de até 6 horas nos chill outs.
- White Funky Boys (com o Ciro Castro): um embrionário projeto de black music na cidade, que ficou marcado pela Terça Black no Bar Falange e as noites de black music no Omelete Club. 
- 5ªtiva: projeto alternativo semanal que rolava no Martim Cererê, chegou a custar apenas $3 de entrada e realmente mexeu com a cena jovem goiana, chamando atenção até dos clubs da cidade. Um projeto que abria esaço para Djs, bandas e artistas plásticos. Começou como Dj residente e acabou se tornando um dos principais realizadores do projeto.
- Club Fiction: Talvez o melhor club de música eletrônica que Goiânia já teve e que ainda deixa muita saudade. Angelo era o Dj residente das quintas, noites de black music e hip hop.
- Royal Soul Records: selo brasileiro de música eletrônica do qual faz parte do casting de Djs
- Projeto Discompasso: que começou em uma casa noturna da cidade e acabou ganhando vida própria por ai, somando mais de 30 edições com djs e bandas nacionais e internacionais.
- Projeto Lado P: Rolava semanalmente no P di Pizza do Pq. Flamboyant com djs convidados.
- Engroove: projeto que toca junto com a Dj Pri loyola com residência atual no Shiva Alt-bar. Toda quinta-feira, além dos djs, tem sempre um artista visual para compor o rolê. (www.facebook.com/engroove)
- Tataruê: projeto de ocupação do Grande Hotel
- Programa Insano da Radio Interativa FM: a convite do insano master David Barbosa, sou o dj residente e comentarista doente das terças-feiras!

 

Bruno Vieira Batista

Produtor naTilt Produções e DJ.

ea29f8067a7bbd9bceb552c8f4eda3cc.jpg

 

Luan Barbosa

Produtor naTilt Produções.

575fb54f6ba77e28a3c1141c994921ca.jpg

 

Leo Pinheiro

Contradição Show e Roxy.

5050677d8df047810a502f2d64a63920.jpg

 

Cristiano Prado

b20b01b34643216ae46302fc7132b111.png

É formado em Publicidade e Propaganda, com MBA em Gestão Empresarial. Tem bandas desde os 15 anos e hoje é baixista do Kamura e da BRVNKS. Desde cedo esteve envolvido com o rock em Goiânia. Com 21 anos, fundou a Diablo Pub junto com o sócio Marlos e, desde então, já trouxeram as principais bandas de rock do Brasil e muita atrações de fora também, como: Far From Alaska, Dead Fish, Ratos de Porão, Tropkillaz, Andreas Kisser, BNegão, Molho Negro, Sugar Kane, Water Rats, Comeback Kid, Satanic Surfers, Ignite, Rain Machine, Kenny Brown, Nashville Pussy, Belvedere, Mute, Kosslowski entre outras. Foi o idealizador da Diablo Fest, com duas edições até agora, fundou o Complexo Estúdio e Pub em 2015 e em 2016 abriu o Stoner Bar. Atualmente é proprietário da Diablo Pub, Complexo Estúdio e Pub e Stoner Bar, fazendo uma média de 6 a 8 eventos por semana. 

 

Braz Torres

Complexo Estudio & Pub

 

Renato Vital

b8d9cea034459318998e9cd36f603831.jpg

 

Beatriz Perini

db2cd6c4ad35866ac862d79fd0428c64.jpg

Zineira, faz colagens e organiza eventos diversos pelo selo Lalonge, que criou com os amigos Pedro Kastelijns, Benke Ferraz, Fernando Almeida e Raphael Vaz. Já trabalhou em parceria com os festivais Vaca Amarela, Bananada e Goiânia Noise, produzindo atrações especiais e fotografando. Atualmente trabalha na editora Nega Lilu com planejamento editorial e ajuda na organização de feiras de impressos independentes. Curte caminhadas na praia e vitamina à moda da casa.

 

Edimar Filho

1e6787be1ffe806fd4ae666edab487b9.jpg 

Carlos Brandão

eb1b3ed504a106c2e84dbb2b570bfc7b.jpg

Carlos não é exatamente um produtor cultural, mas foi diretor do Martim Cererê de 1999 a 2006 e abriu as portas do Centro Cultural para as bandas locais. Produz MPB há mais de 30 anos e ajudou a profissionalizar o rock n’ roll no estado. Já trabalhou com Fabrício Nobre na organização do Bananada.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

16494   

Museu de Star Wars será aberto em Los Angeles

+ Notícias

Museu de Star Wars será aberto em Los Angeles

George Lucas deve desembolsar US$ 1 bilhão na estrutura do local


89876   

ANTT convidada população a discutir criação do trem de passageiros entre Brasília e Goiânia, o 'Expresso Pequi'

+ Notícias

ANTT convidada população a discutir criação do trem de passageiros entre Brasília e Goiânia, o 'Expresso Pequi'

O trem deve atingir uma média de 160 km/h em uma viagem de cerca de 95 minutos, transportando mais de 40 milhões de passageiros por ano


22199   

Vocalista do LS Jack retorna aos palcos 13 anos depois do coma

+ Notícias

Vocalista do LS Jack retorna aos palcos 13 anos depois do coma

Em 2004, o cantor passou por complicações após um procedimento de lipoaspiração, que o deixou em coma, e também com algumas sequelas na fala e nos movimentos


6299   

Vídeo: Dois ex-secretários se disfarçam de 'fantasmas' para furtar Prefeitura em Goiás

+ Notícias

Vídeo: Dois ex-secretários se disfarçam de 'fantasmas' para furtar Prefeitura em Goiás

A dupla arrombou a sala da administração municipal para furtar uma impressora


29832   

Jorge e Mateus desmentem fim da dupla e sobem aos palcos após onda de boatos

+ Notícias

Jorge e Mateus desmentem fim da dupla e sobem aos palcos após onda de boatos

Nas últimas semanas circulou na internet a falsa notícia que a dupla iria se separar; para sossego dos fãs eles só vão entrar de férias e retomam os trabalhos com tudo em 2017


37196   

Praça Cívica vai abrigar Circuito Cultural em Goiânia

+ Notícias

Praça Cívica vai abrigar Circuito Cultural em Goiânia

As obras de R$ 100 milhões deverão ser iniciadas entre os meses de abril e maio e a conclusão total está prevista para os próximos dois anos


32774   

Curta Mais registrou o estado dos edifícios históricos do Centro de Goiânia; veja as fotos

+ Notícias

Curta Mais registrou o estado dos edifícios históricos do Centro de Goiânia; veja as fotos

Depois da repercussão da matéria publicada pelo The New York Times na última segunda-feira (9), o Curta Mais foi conferir (e registrar) de perto o descaso com a arquitetura histórica de Goiânia


22624   

Meteorologia prevê chuva em todos os dias da semana em Goiânia

+ Notícias

Meteorologia prevê chuva em todos os dias da semana em Goiânia

A sensação térmica que chegou aos 40º nos últimos dias pode estar com os dias contados


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2017. Todos os direitos reservados.