17/06/2019 22:01
Netflix / Filmes

‘O Fotógrafo de Mauthausen’: o cruel (e ótimo) filme da Netflix só não é tão cruel quanto a história real

A impressionante saga de Francisco Boix, que passou de prisioneiro a fotógrafo do Nazismo, e depois ficou conhecido como o homem que ajudou a provar o Holocausto.

Marcelo
por Marcelo Albuquerque

Difícil não relembrar as atrocidades da segunda guerra mundial e não sentir repugnância pela maldade humana e até onde o ódio racial e as diferenças de pensamentos podem levar as pessoas. Em tempos de polarização política e radicalismo de ideias, um olhar sobre esse passado não muito distante é crucial para repensarmos nosso comportamento e a importância do respeito ao próximo.

É isso que faz o excelente ‘O Fotógrafo de Mauthausen’, produção original da Netflix, que traz um aspecto singular na comparação com outros filmes da Segunda Guerra Mundial. O holocausto de Hitler e seus asseclas dessa vez é narrado sob o ponto de vista dos espanhóis. O drama biografia espanhol de 2018 estrelado por Mario Casas, Macarena Gómez e Alain Hernández, conta a história real de ex-soldados espanhóis e comunistas que haviam enfrentado o fascismo em seu país natal e foram entregues ao governo alemão da época.

Os horrores de Mauthausen-Gusen, um complexo de campos de concentração construído pelos nazistas na Áustria, é revelado ao mundo graças à coragem do fotógrafo Francisco Boix. A impressionante saga de Boix, que passou de prisioneiro a fotógrafo do regime, e depois ficou conhecido como o homem que ajudou a provar o Holocausto.

Quando Hitler percebe que a guerra estava perdida, manda incinerar todas as provas das atrocidades cometidas sob seu comando dentro dos campos de concentração. Com coragem e determinação, Boix salvou vários negativos que depois seriam usados como provas dos crimes de guerra cometidos pelos generais alemães.

Mesmo sem fazer spoilers, vale adiantar que trata-se de um longa emocionante, que não economiza nas cenas de assassinatos dos inocentes que eram presos pelo exército de Hitler nesses locais afastados. ‘O Fotógrafo de Mauthausen’ é mais uma boa prova que a Netflix parece ter deixado para trás a fama de fazer filme ruim. Vale cada minuto!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Netflix

John Cho vai ser o protagonista da série Live-Action de 'Cowboy Bebop'

A série, que será produzida e divulgada pela Netflix, teve alguns dos seus atores divulgados


+ Netflix

7 razões para ver ‘Estrada Sem Lei’, um dos melhores filmes originais da Netflix

Para começar, o longa traz Kevin Costner e Woody Harrelson na caçada do casal Bonnie e Clyde


+ Netflix

Netflix estreia série brasileira protagonizada por mulheres

"Coisa Mais Linda" traz toda a irreverência da Bossa Nova


+ Netflix

12 filmes da Netflix que nos dão aula sobre o racismo

Pra assistir, entender e divulgar!


+ Netflix

Netflix aumenta o preço das assinaturas no Brasil

De acordo com a empresa de streaming, o reajuste foi feito para melhorar a qualidade dos seus serviços


+ Netflix

Aprenda a apagar o 'Continuar Assistindo' da Netflix

Afinal, quem nunca começou uma série ou filme e se arrependeu?


+ Netflix

Nova série de herói da Netflix é baseada em quadrinho de artista brasileiro

The Umbrella Academy já está disponível na plataforma


+ Netflix

7 momentos marcantes para você comemorar os 24 anos de FRIENDS

Listamos algumas cenas de momentos inesquecíveis da série


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.