23/08/2017 18:17
Eventos / Mostra

Mostra Internacional de Cinema Fantástico promove os gêneros terror, ficção científica e fantasia com entrada franca em Goiânia

Em sua 8º edição, e ainda apostando no circuito não convencional, a mostra TRASH acontece em espaço alternativo para circulação de vídeos independentes

1489    22

Yasmim
por Yasmim Fleury

 

A Escola Goiana de Desenho Animado e a MMarte Produções realizam a TRASH – Mostra Internacional de Cinema Fantástico. O evento acontece de 7 a 11 de dezembro, no Cine Cultura – Centro Cultural Marieta Telles Machado. A entrada é gratuita.

Criada em 1999 como um espaço alternativo para circulação de vídeos independentes, a TRASH alcança a sua 8º edição ainda apostando  no circuito não convencional. Este ano, além de abarcar produções do mundo inteiro, consolidando-se como um evento internacional, dedica inteiramente sua programação aos gêneros terror, ficção científica e fantasia, passando a se chamar TRASH – Festival Internacional de Cinema Fantástico. Muitas vezes aliado ao sobrenatural, o fantástico exerce grande influência sobre o cinema atual, de grandes produções a obras de pequeno orçamento, tendo como característica comum a ruptura com a realidade da forma como a conhecemos.

Serão exibidas obras oriundas de 14 países, totalizando 8 longas-metragens e 46 curtas, selecionados dentre as 2.393 obras enviadas. “O número expressivo de inscrições aponta para algo que tem se falado há algum tempo: a produção dos filmes de gênero no mundo já não pode ser considerada uma questão de gueto, restrito a um pequeno público de fãs. A grande quantidade de novos festivais dedicada ao cinema fantástico também  demonstra que há caminhos interessantes de produção a serem explorados”, comenta Márcio Júnior, criador e curador da mostra.

A TRASH - Mostra Internacional de Cinema Fantástico, é patrocinada pelas leis municipal e estadual de incentivo à cultura. Além da exibição de filmes, a programação conta com oficinas de efeitos especiais em maquiagem e o cinema de Alfred Hitchcock, debates, mesas redondas, festas, lançamentos de livros e quadrinhos, além da presença de convidados muito especiais.

 

Programação

Noite de abertura – O Cinema de Terror no Brasil

A noite de abertura da Mostra TRASH acontece no dia 7 de dezembro, a partir das 19 horas, no Cine Cultura. A programação começa com a exibição da primeira parte do documentário Nas Sombras do Medo: O Cinema de Terror no Brasil (2016), da diretora Simone Zuccolotto. A produção discute vários tópicos, como a fronteira entre o horror e o fantástico e ainda conta com a participação de vários artistas renomados no gênero, como: José Mojica Marins (Zé do Caixão), Kleber Mendonça Filho, Carlos Primati, Ivan Cardoso, Rodrigo Aragão, Laura Cánepa, Walter Lima Jr. e Gabriela Amaral Almeida.

O lançamento do livro “Enquanto os urubus nos rodeiam...”, de autoria dos goianos Remus da Silva, Romano R. Ricardo e Sandra Prudente, acontece às 21h15. A obra é uma influência do romantismo, marcada pelo tédio de viver, envolvendo o sobrenatural e a morte como última solução. 

 

Rodrigo Aragão – As Fábulas Negras

A primeira noite da Mostra TRASH também oferece a exibição do longa As Fábulas Negras (2015), com direção de Rodrigo Aragão, às 21h30, no Cine Cultura. O diretor é um dos maiores nomes do cinema de horror do cenário brasileiro. O profissional tem no currículo mais de 25 peças de teatro, 15 curtas-metragens e oficinas em diversos eventos cinematográficos. Rodrigo tornou-se referência em efeitos especiais em todo o país com seu longa A Noite do Chupacabras (2011). 

Em sua produção As Fábulas Negras (2015), Rodrigo Aragão divide a direção com Petter Baiestorf (lenda do trash nacional), Joel Caetano, Marcelo Castanheira e o mito José Mojica Marins, o Zé do Caixão. Após a exibição do filme, o diretor participa de bate-papo com o público.

 

Cinema Nacional e Internacional – Produções de tirar o fôlego

As atividades da quinta-feira (08) começam às 17 horas, com a exibição de curtas nacionais de suspense e mistério. As produções selecionadas foram: Mandala Night Club (2014) – Direção: Lula Magalhães; Julia (2015) – Direção: André Luis Camargo; Tarântula (2015) – Direção: Marja Calafange e Aly Muritiba; O Segredo da Família Urso – Direção: Cíntia Domit Bittar; Quarto para Alugar (2016) – Direção: Enock Carvalho e Matheus Farias e Até que a Morte nos Separe (2016) – Direção: Paulo Biscaia.

A noite também conta com a exibição dos longas internacionais Kriptonita (2015), às 19h30, e Virus: Extreme Contamination (2016), do diretor Domiziano Cristipharo, a partir das 21 horas.

O longa argentino Kriptonita, do diretor Nicanor Loreti, é uma sátira aos filmes de super-heróis produzidos. Nessa história, Kal-El transmuta-se em Super Nafta, uma espécie de super-herói das favelas.Virus: Extreme Contamination, do diretor Domiziano Cristopharo, conta a história de um cientista italiano que viaja para Kosovo a fim de estudar os impactos de um meteorito sobre as pessoas. O que ele não sabe é que o objeto é capaz de transformar todos que se aproximam em criaturas perigosas.

Após as exibições, haverá lançamentos com sessão de autógrafos dos livros BioCyberDrama Saga (2ª edição), de Edgar Franco e Mozart Couto, e A Última Fábula, de Francisco Costa. BioCyberDrama Saga é uma saga de ficção científica em quadrinhos criada pelo Edgar Franco (Ciberpajé) em parceria com o lendário quadrinista Mozart Couto. A segunda edição ampliada tem 280 páginas em capa dura, making of e epílogo com dez páginas inéditas.

A Última Fábula traz seis HQs de autoria de Francisco Costa, ilustradas pelos artistas: Eduardo Araújo, Gerson Moriyaso, Glauber Lopes, Elson Souto, Diana Doria, Zakuro Aoyama, Zoreia Diniz e Dirceu Sousa. Em conjunto, os textos versam sobre um universo mágico e poético, situado no campo da literatura fantástica.

 

Curtas e longas internacionais – Imaginação e ficção científica

A programação da sexta-feira (09) da TRASH - Mostra Internacional de Cinema Fantástico é composta por produções internacionais. Serão exibidos curtas e longas de diversos países a partir das 17 horas, no Cine Cultura.

Os curtas-metragens internacionais do segmento Thriller & Fantasy escolhidos foram: Wolves (2016) - Direção: Álvaro Rodriguez Areny; All These Voices (2015) – Direção: David Henry Gerson; Fool’s Errand (2016) – Direção: Christopher Goodman; Burned (2015) – Direção: Jaime Valdueza; The Butterfly Man (2015) – Direção: Edina Csüllög; Monster (2014) – Direção: Patrick Fatica; La Rabia de Clara (2016) – Direção: Michelle Garza Cervera e Spam Attack – The Movie (2016) – Direção: Daniel Raboldt.

Logo depois, é a hora dos curtas internacionais do gênero Experimental, Sci-Fi & Fantasy serem exibidos no Cine Cultura. A programação inclui as produções: Adam minus Eve (2016) – Direção Aurélia Mengin; Explorers (2016) – Direção: Chien-AnChou; Edamame (2016) – Direção: Arata Mori e Timo Behnke; AM/FM (2016) – Direção: Thomas Hicks; Blattaria (2014) – Direção: Thomas Pantalacci; Aurion (2013) – Direção: Lukas Väth; Blight (2015) – Direção Kate Walshe e Christopher Goodman e The Returno of Red Riding Hood (2016) – Direção: Raja Tawil.

O lançamento do livro 665, A Vizinha da Besta, de Tiago Holsi, será às 21 horas. A obra é sobre a Dona Graça, uma viúva de 75 anos que mora com seu cachorro Golias, no apartamento 665. O seu vizinho é o Diabo, que entediado com a rotina no inferno, resolve se mudar para o apartamento 666 no Edifício Babilônia.

O Elo Podre (2015), com direção de Valentim Javier, fecha com chave de ouro a programação da sexta-feira. O enredo é sobre um lenhador deficiente mental, Raulo, que vive em um pequeno vilarejo com sua mãe, uma bruxa curandeira, e sua bela irmã, a prostituta do local.

 

Mesa Redonda – Mulheres que Tocam o Terror!

O fim de semana continua animado na Mostra TRASH. A mesa redonda Mulheres que Tocam o Terror! será a primeira atividade do sábado (10) e tem início às 16 horas. O debate reúne grandes nomes na pesquisa e produção de filmes de terror para discutir o espaço das mulheres e o olhar feminino nas produções de gênero. 

Para compor a mesa redonda e intensificar o debate sobre o tema foram convidadas: Monica Demes (cineasta, diretora do premiado “O Despertar de Lilith”), Laura Cánepa (pesquisadora e Doutora em Multimeios pelo IAR-Unicamp), Alice Fátima Martins (Professora da UFG e Doutora em Sociologia pela UnB), Simone Zucollotto (jornalista e crítica, autora da série documental Nas Sombras do Medo: O Cinema de Terror no Brasil) e Mayra Alarcón (atriz e produtora executiva da Fábula Negras Produções). 

Segundo Laura Cánepa, as mulheres sempre tiveram papel fundamental na história do terror, principalmente na literatura. “Figuras como a Mary Shelley e a Anne Rice têm obras consideradas marcos fundamentais. Esse é um gênero que sempre explorou questões muito caras à experiência feminina e que contou com a participação de mulheres no debate, criação de histórias e na interpretação de personagens”, explica.

A cineasta Monica Demes também destaca a importância de se incentivar a participação feminina no gênero. “Para que as estórias de terror cumpram a sua função catártica, como as antigas tragédias gregas, é essencial que as mulheres se sintam representadas. O debate aberto proposto pela Mostra TRASH abre a porta para que se entenda a importância do universo feminino nessas produções”, finaliza.

 

Curtas, longas e lançamentos – O terror experimental     

Os curtas nacionais que se encaixam na sessão Experimental e Sangue são exibidos no dia 10 de dezembro, a partir das 17h30. A curadoria da TRASH selecionou as produções: O Preço do Mal (2015) – Direção: Cristiano de Oliveira, Corpo Vazio (2013) – Direção: Cintia Nakashima, Cabrito (2015) – Direção: Luciano de Azevedo, Nua por Dentro do Couro (2015) – Direção: Lucas de Sá, As Órbitas (2013) – Direção: Pedro Américo, Repolho (2014) – Direção: Alexander Buck e Solo (2016) – Direção: Maria Alice Arida.

O gênero fantasia também se destaca na programação do sábado. O longa ABCs of Superheroes (2015), com direção de Jens Holzheuer, será exibido às 19h30. A produção alemã reúne os mais incríveis super-heróis e vilões de todos os tempos.

O lançamento do livro “Tim Burton, Tim Burton, Tim Burton”, de Laura Cánepa, e da revista de quadrinhos e cinema Brazilla, de Filipe Rizzo, Daniel Chuis e Lima Neto, será às 20h30.

A obra “Tim Burton, Tim Burton, Tim Burton” apresenta um estudo aprofundado no trabalho do mestre Tim Burton – incluindo longas-metragens, curtas-metragens, programas de TV, telefilmes, videoclipes e exposição de artes. Já a Revista Brazilla, obviamente vinda do DF, nasceu da vontade de descobrir novos talentos dos quadrinhos e direcionar os roteiristas em destaque para a produção de roteiros de HQ. O resultado foi uma antologia de contos que abordam o terror, erótico, suspense, ficção científica, fantasia e humor. 

O Despertar de Lilith (2016), com direção de Monica Demes, fecha as atividades do dia. Para a produção, a diretora contou com a colaboração do genial diretor americano David Lynch. A obra apresenta uma reprimida personagem feminina abraçando seu lado sombrio.

 

Produções nacionais e internacionais – Do trash cômico ao terror

O último dia de programação da Mostra TRASH, domingo (11/12), começa com a exibição de curtas internacionais do gênero Comedy, Trash & Gore, a partir das 17 horas. A seleção de curtas inclui: Bitch, Popcorn&Blood (2014) – Direção: Fabio Soares, Here Lies Mrs. Higgins (2016) – Direção: Daniel Holmwood, Infected (2015) – Direção Jason Wright, Ladies Night (2016) – JohnnieBrannon, Landscape (2014) – Direção: Paul Gibbs, UnLoftAuParadis (2016) – Direção: Alexandre Lança, RecruiringHell (2016) – Direção: RandyBrososky, 32 (2015) – Direção: Luca Baggiarini e Zombie Playground: Ice Scream (2016) – Direção: Jason Wright.

O público também vai conferir a segunda sessão do documentário Nas Sombras do Medo – O Cinema de Terror no Brasil (2016), com direção de Simone Zuccolotto, às 18h30. Logo depois, às 20h10, é a vez da produção internacional Gordura (2015), de Pablo Parés, ser exibida na telona do Cine Cultura. Na história, três amigos que vão acampar e encontram uma misteriosa criatura: um dos lendários vermes usados para fazer hambúrguer. O enredo dá uma reviravolta quando os amigos fazem amizade com a criatura e a protegem do dono de uma rede de hambúrgueres.

O primeiro longa-metragem de zumbis produzido no país foi o escolhido para fechar a programação da Mostra TRASH. Terror no Colégio (1995), de João Rosendo, foi filmado na cidade natal do diretor, Manhumirim (MG). A produção movimentou a cidade e contou com a participação de vários moradores nas filmagens.

 

Oficinas – Incentivando a produção no gênero

Durante a programação da TRASH – Mostra Internacional de Cinema Fantástico, serão ministradas oficinas gratuitas de Efeitos Especiais em Maquiagem e de Cinema de Alfred Hitchcock. O diretor e maquiador Rodrigo Aragão e o crítico e jornalista Carlos Primati foram convidados para compartilhar sua experiência na área.

A oficina de Efeitos Especiais em Maquiagem será ministrada pelo diretor Rodrigo Aragão, nos dias 8 e 9 de dezembro, das 14 às 18 horas, na sala Multimeios do MIS (Centro Cultural Marieta Telles Machado, 2º andar) . As aulas práticas são destinadas aos amantes dos efeitos especiais, sejam profissionais ou amadores, e visam ensinar técnicas utilizadas em teatro e cinema na caracterização de personagens e na criação de ilusões e efeitos, seguindo padrões de qualidade internacionais. 

Rodrigo Aragão é um dos maiores nomes do cinema de horror do cenário brasileiro. Na área há mais duas décadas, o diretor e maquiador tem no currículo mais de 25 peças de teatro, 15 curtas-metragens e oficinas em diversos eventos cinematográficos. Rodrigo tornou-se referência em efeitos especiais em todo o país com seu longa A Noite do Chupacabras (2011). O diretor teve o privilégio de trabalhar lado a lado com o cineasta José Mojica Marins no filme As Fábulas Negras (2015), que abre a exibição de longas-metragens na TRASH – Mostra Internacional de Cinema Fantástico.

A oficina O Cinema de Alfred Hitchcock será ministrada pelo crítico e curador da Mostra TRASH, Carlos Primati. As aulas serão realizadas de 8 a 10 de dezembro, das 14 às 17 horas, na Escola Goiana de Desenho Animado. O objetivo da oficina é celebrar a obra do grande cineasta Alfred Hitchcock de uma forma abrangente, desde os seus primeiros filmes mudos até a consagração internacional, no início da década de 40.

Carlos Primati se dedica à pesquisa do cinema de horror mundial há mais de 20 anos. O jornalista publicou artigos em livros sobre a obra do cineasta José Mojica Marins e coproduziu, juntamente com Paulo Duarte, a Coleção Zé do Caixão em DVD, vencedor do 1º Prêmio DVD Brasil como melhor coleção do ano.

 

S E R V I Ç O

TRASH – Mostra Internacional de Cinema Fantástico

Quando: 7 a 11 de dezembro

Onde: Cine Cultura  – Setor Central

Entrada Franca

Apoio Cultural: Cine Cultura, MIS, Dona Fiinha, Diablo, Gloria, HocusPocus, Mandrake, HQPoint e Estronho

Patrocínio: Lei Goyazes (Lei Estadual de Incentivo à Cultura), Seduce e Governo de Goiás, Compleite, Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Prefeitura de Goiânia

Resultado de imagem para zé do caixão gif

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

107   

Feira organizada por pessoas com deficiência intelectual reúne artesanato, espaço gourmet e apresentações em Goiânia

374   

Festa do Tim retorna a Goiânia com várias horas de música eletrônica e open bar

+ Eventos

Festa do Tim retorna a Goiânia com várias horas de música eletrônica e open bar

A já tradicional festa chega para a sua segunda edição na capital com super estrutura


2344   

MC Carol é a nova atração confirmada do festival Vaca Amarela em Goiânia

+ Eventos

MC Carol é a nova atração confirmada do festival Vaca Amarela em Goiânia

Ingressos para o evento já estão sendo vendidos em preços promocionais


149   

Com entrada gratuita, Cine Cultura faz retrospectiva da carreira de David Lynch

+ Eventos

Com entrada gratuita, Cine Cultura faz retrospectiva da carreira de David Lynch

Longas, curtas-metragens, videoclipes e produções para a TV estão garantidas na programação


1728   

Goiânia recebe ‘almoço astrológico’ para despedida do sol em Leão

+ Eventos

Goiânia recebe ‘almoço astrológico’ para despedida do sol em Leão

Também haverá troca de roupas e acessórios e roda de conversa astrológica


443   

Goiânia sedia o maior congresso de comunicação do Centro-Oeste

+ Eventos

Goiânia sedia o maior congresso de comunicação do Centro-Oeste

7º Intermídias terá participação especial do Curta Mais


13831   

Festival em Goiânia oferece hambúrguer, batata frita e refrigerante à vontade

+ Eventos

Festival em Goiânia oferece hambúrguer, batata frita e refrigerante à vontade

O evento ao estilo ‘open food’ terá hambúrgueres artesanais para você comer o quanto puder


12210   

Com entrada a R$10, festival de cerveja artesanal terá 40 torneiras, shows e food park

+ Eventos

Com entrada a R$10, festival de cerveja artesanal terá 40 torneiras, shows e food park

Evento já conta com mais de 10 cervejarias confirmadas e 10 estilos diferentes


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2017. Todos os direitos reservados.