19/10/2019 14:29
Notícias / Conteúdo

Facebook lança oficialmente a sua própria criptomoeda

Fechando parceria com a Mastercard, PayPal, Uber e Spotify, a moeda digital está prevista para 2020

Natália
por Natália Souza

Anunciada oficialmente nesta terça-feira, dia 18 de junho, a nova criptomoeda já tem dividido opiniões. A moeda digital, pertencente ao Facebook, já firmou parceria com gigantes do mercado como o Mastercard, PayPal, Uber e Spotify, podendo ser usada pelo Messenger e WhatsApp. 

A ideia por trás dessas uniões é criar um sistema mais 'seguro, escalável e de credibilidade', mas alguns ainda se perguntam quais são as consequências de uma rede social com cerca de 2,4 bilhões de usuários adquirir a sua própria moeda digital!

Ao fazer o anúncio da moeda, o Facebook afirmou que está trabalhando diretamente com as autoridades de diversos países para evitar problemas legais. De acordo com o senador dos Estados Unidos, Josh Hawley, a rede social está "expandindo o seu monopólio". Um dos destaques do momento tem sido o caráter privado da Libra.

Criptomoeda Libra

936d045564799de8196ff7d97709a537.jpg

O projeto da moeda teve início no ano passado sob a liderança de David Marcus, o ex-presidente do PayPal. A ideia é que a criptomoeda possa ser usada para fazer transações financeiras diárias como pagar as contas, fazer compras e até mesmo pagar o seu transporte público.

Apesar de já ter sido anunciada oficialmente pelo Facebook, a moeda está prevista para chegar ao mercado em 2020 e os detalhes sobre os países que irão aceitar a Libra em sua primeira fase ainda não foram divulgados. Porém, para que a moeda não tenha ligação direta com a rede social, ela será sustentada pela Associação Libra, uma organização independente e sem fins lucrativos sediada em Genebra.

Devido ao momento atual do Facebook, em que muitos questionam o seu domínio e os acionistas querem a saída de Mark Zuckerberg, a estratégia tomada pela rede social faz sentido. Apesar de ser um projeto ambicioso, a moeda tem apelo universal, o que a coloca no centro da economia mundial. Ainda assim, os investidores estão com um pé atrás no projeto, e fizeram com que as ações da empresa caíssem 0,3% no dia da sua divulgação!

 

Siga Curta Mais nas redes sociais:

Curta Mais no Facebook

Curta Mais no Instagram

Curta Mais no Twitter

 

Capa: Getty Images

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Tradicional 'Festa de Halloween LGBTQI+' celebra 20 anos em Goiânia

Érica Lins idealizou festa no final dos anos 1990, quando faltavam opções de lazer para o público LGBTQI+ na Capital


+ Notícias

Paciente internado em hospital de Goiânia não via o céu há mais de sete anos

Cássio ficou tomado por um olhar de encantamento e com os olhos marejados de emoção


+ Notícias

Após 23 anos, Glenda Kozlowski deixa a Globo:'Indo embora com o coração apertado'

A jornalista escreveu uma despedida em suas redes sociais


+ Notícias

IFG abre inscrições para cursos de especialização em Goiânia

As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 10 de novembro


+ Notícias

Goiana entrou de penetra em festa de Luciano Huck: 'Foi a melhor festa que já fui'

Marina Ozorio contou que ela e duas amigas iam para uma festa, mas erraram o caminho e foram parar na casa do apresentador


+ Notícias

Inmet prevê chuva em Goiânia no fim de semana, mas temperatura continua alta

Até a chuva resolveu sextar, vamos aguardar essa previsão maravilhosa


+ Notícias

Goiânia recebe o Musical ‘Hakuna Matata’, inspirado no clássico de O Rei Leão

A história interpreta o conto mais famoso de nossas infâncias da década de 90: ‘O Rei Leão’


+ Notícias

Morre Maurício Sherman, pioneiro da TV brasileira, aos 88 anos

Sherman ajudou a criar o 'Fantástico' e lançou os programas infantis de Xuxa e Angélica


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.