17/07/2019 02:00
Notícias / Conteúdo

DJ Rennan da Penha é preso no Rio de Janeiro

O funkeiro é criador do Baile da Gaiola, maior baile funk do Rio

Marcelo
por Curta Mais

O DJ Renan Santos da Silva, um dos mais conhecidos do Rio, se entregou nesta quarta-feira a agentes da Secretaria estadual de Administração Penitenciária. Ele foi condenado pelo TJRJ no dia 15 de março a seis anos e oito meses de prisão pelo crime de associação para o tráfico.

O mandado de prisão contra ele foi expedido no dia 18 de março, depois dele ter sido condenado em segunda instância pela Justiça do Rio de Janeiro a seis anos e oito meses de prisão pelo crime de associação ao tráfico de drogas. Ele havia sido absolvido na primeira instância do julgamento.

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil questionou a prisão de Rennan e afirma que é uma tentativa de criminalizar o funk. A OAB também declarou preocupação com o uso do sistema da Justiça criminal contra setores marginalizados da sociedade.

Rennan é o idealizador do Baile da Gaiola, um dos mais famosos do Rio. O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) acusa o DJ de ser olheiro do tráfico de drogas e de fazer músicas que enalteciam traficantes e de exibir armas. Ele nega todas as acusações.

A defesa alegou que alerta sobre a movimentação de policiais é comum entre os moradores para evitar possíveis tiroteios e também disse que as músicas tocadas nos bailes retratam a realidade vivida por moradores das favelas.

“Me acusam de olheiro, que dava informações por onde a polícia passava naquela comunidade. Mas foi um mal-entendido devido que todo mundo se comunica na comunidade. Toda vez que tem uma operação todos os moradores se comunicam, entendeu? Colocaram isso como se fosse atividade do tráfico", explicou o DJ Rennan.

Além do DJ, mais 10 pessoas envolvidas no Baile da Gaiola, maior baile funk do Rio, realizado na Vila do Cruzeiro, tiveram mandados de prisão expedidos.

Investigadores afirmam que, há cinco anos, o artista atuava como "olheiro" de criminosos na comunidade Vila Cruzeiro, alertando os traficantes sobre a presença de policiais na região.

No processo, uma testemunha aponta Rennan como "DJ dos bandidos", "sendo ele responsável pela organização de bailes funks proibidos nas comunidades do Comando Vermelho, para atrair maior quantidade de pessoas e aumentar as vendas".

"Não dava para ficar foragido, sem trabalhar. Então é melhor eu estar me entregando, cumprindo com o que eu tenho que cumprir porque a Justiça vai ser feita de uma forma ou de outra. Voltar para o meu palco, meus bailes", disse o DJ à Seap.

A condenação foi alvo de críticas por parte de movimentos sociais e de instituições, como a OAB, que enxergam no caso uma tentativa de criminalização do funk. Nas redes sociais, fãs do DJ mostram insatisfação com a decisão. Um ato chegou a ser organizado pedindo liberdade para Rennan. (Com informações do G1)

Nesta quinta, seu perfil no Twitter divulgou um vídeo do músico:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Blogueira que casou consigo mesma é atacada na web e morre um dia após cerimônia

A jovem Alinne Araújo de 24 anos sofria de depressão


+ Notícias

Reeducandas de presídio feminino goiano recebem diplomas de formação em assistente de cozinha

Curso contou com aulas de poesia e participação da jurada do Masterchef, Paola Carosella


+ Notícias

Solteira desde Neymar, Bruna Marquezine é flagrada em encontro com ex-namorado de Kardashian em Los Angeles

Os dois foram fotografados dentro de carro na saída de um restaurante famoso em LA


+ Notícias

Eclipse Lunar pode ser visto em todo o Brasil nesta terça-feira

O fenômeno se dará justamente no dia em que é celebrado os 50 anos do lançamento da missão Apollo 11, que levou o homem à Lua


+ Notícias

FaceApp: aplicativo que virou febre ao envelhecer rostos foi criado para pegar dados de usuários

O app criado por uma empresa russa e revela tudo isso na própria política de privacidade (que ninguém lê)


+ Notícias

Juntos e shallow now? Lady Gaga está morando com Bradley Cooper, afirma revista

A publicação diz ainda que o astro Bradley Cooper teria expulsado a esposa de casa


+ Notícias

Não perturbe: saiba como bloquear ligações indesejadas de Call Center

A opção já está disponível para o consumidor


+ Notícias

Em vídeo, Padre Marcelo Rossi afirma que 'Maria passou na frente' após ser empurrado de altar durante missa

O padre rezava uma missa transmitida ao vivo quando uma mulher furou a segurança, invadiu o palco correndo e deu um grande empurrão pelas costas


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.