15/12/2018 22:40
Notícias / Curiosidades

Conheça a verdadeira história por trás do monumento ao bandeirante no centro de Goiânia

Mitos e verdades sobre um dos maiores patrimônios históricos da cidade

Redação
por Redação Curta Mais

Este conteúdo tem o apoio cultural da rede Bretas de Supermercados!

Bartolomeu Bueno da Silva (pai) veio ao sertão goiano pela primeira vez em 1682, saindo de São Paulo com a sua expedição e com seu filho (Bartolomeu Bueno da Silva Filho), rumo ao curso do rio Vermelho, atravessando o atual território do Estado de Goiás. Retornando, encontrou uma aldeia indígena do povo Goiá. Diz a lenda que os bandeirantes viram as índias ricamente adornadas com ouro. Como os nativos se recusaram a falar onde encontrar o metal, o bandeirante Bartolomeu (pai) pôs fogo em uma tigela de aguardente, afirmando que se não mostrassem o local do ouro, iria atear fogo sobre todos os rios e fontes. Com medo, os índios informaram onde ficava a mina e o apelidaram de Anhanguera, que significa em tupi, “Diabo Velho”.

 

Se ele foi visto como “Diabo Velho” pelos índios, porque temos uma estátua sua em Goiânia?

“O monumento não foi feito para representar o Bartolomeu pai, e sim o filho”, afirma Cristina de Cassia Pereira Moraes, do Departamento de História da Universidade Federal de Goiás. É importante pensar que ele é um produto do tempo dele. E não um caçador de índios, afirma a pesquisadora.

Bartolomeu Bueno da Silva (filho) veio pela primeira vez com seu pai em 1682. Em 1720, solicitou uma licença para voltar às terras de Goiás, onde seu pai encontrou o ouro. No ano de 1722, saiu de São Paulo, junto com a sua expedição de aproximadamente 150 homens, junto a índios, para que pudessem ter êxito em sua busca.
Quando encontrou ouro, fundou o Arraial de Santana, futuramente conhecida como Vila Boa de Goiás, atualmente Cidade de Goiás.

Localizado na Avenida Anhanguera, Goiânia recebeu o monumento como presente da Universidade de São Paulo como um símbolo que representa as maiores colaborações do bandeirante para o Estado de Goiás, que foram as primeiras expedições, primeiras rotas em busca do ouro e a fundação dos primeiros Arraias.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

João de Deus sacou R$ 35 milhões de contas bancárias após denúncias, segundo a polícia

Médium é considerado foragido e está na lista de procurados da Interpol


+ Notícias

João de Deus é considerado foragido e entra na lista da Interpol

Médium está sendo acusado de assédio sexual por centenas de mulheres durante os atendimentos espirituais


+ Notícias

Google disponibiliza tour digital do Museu Nacional

Ferramenta conta com imagens em 360 graus do Museu


+ Notícias

Aos 56 anos, morre Atrhur Maia, referência como baixista brasileiro

Artista faleceu neste sábado (15) após uma parada cardíaca em Niterói


+ Notícias

Aberto o período de efetivação das matrículas na Rede Estadual de Educação

Para efetivar a matrícula é necessário RG, CPF, Certidão de Nascimento, ou Casamento e comprovante de endereço atual


+ Notícias

Idoso pede sorvete de Natal e o abrigo inteiro sai ganhando

O Natal de um abrigo de idosos em Aparecida de Goiânia vai ser mais feliz e doce este ano



+ Notícias

Jovem abre mão do 13° salário para ajudar crianças carentes de Goiânia

A menina de 16 anos desistiu de comprar uma bota que queria muito para alegrar o Natal de duas crianças carentes.


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2018. Todos os direitos reservados.