23/03/2019 23:22
Notícias / Curiosidades

Conheça a verdadeira história por trás do monumento ao bandeirante no centro de Goiânia

Mitos e verdades sobre um dos maiores patrimônios históricos da cidade

Redação
por Redação Curta Mais

Este conteúdo tem o apoio cultural da rede Bretas de Supermercados!

Bartolomeu Bueno da Silva (pai) veio ao sertão goiano pela primeira vez em 1682, saindo de São Paulo com a sua expedição e com seu filho (Bartolomeu Bueno da Silva Filho), rumo ao curso do rio Vermelho, atravessando o atual território do Estado de Goiás. Retornando, encontrou uma aldeia indígena do povo Goiá. Diz a lenda que os bandeirantes viram as índias ricamente adornadas com ouro. Como os nativos se recusaram a falar onde encontrar o metal, o bandeirante Bartolomeu (pai) pôs fogo em uma tigela de aguardente, afirmando que se não mostrassem o local do ouro, iria atear fogo sobre todos os rios e fontes. Com medo, os índios informaram onde ficava a mina e o apelidaram de Anhanguera, que significa em tupi, “Diabo Velho”.

 

Se ele foi visto como “Diabo Velho” pelos índios, porque temos uma estátua sua em Goiânia?

“O monumento não foi feito para representar o Bartolomeu pai, e sim o filho”, afirma Cristina de Cassia Pereira Moraes, do Departamento de História da Universidade Federal de Goiás. É importante pensar que ele é um produto do tempo dele. E não um caçador de índios, afirma a pesquisadora.

Bartolomeu Bueno da Silva (filho) veio pela primeira vez com seu pai em 1682. Em 1720, solicitou uma licença para voltar às terras de Goiás, onde seu pai encontrou o ouro. No ano de 1722, saiu de São Paulo, junto com a sua expedição de aproximadamente 150 homens, junto a índios, para que pudessem ter êxito em sua busca.
Quando encontrou ouro, fundou o Arraial de Santana, futuramente conhecida como Vila Boa de Goiás, atualmente Cidade de Goiás.

Localizado na Avenida Anhanguera, Goiânia recebeu o monumento como presente da Universidade de São Paulo como um símbolo que representa as maiores colaborações do bandeirante para o Estado de Goiás, que foram as primeiras expedições, primeiras rotas em busca do ouro e a fundação dos primeiros Arraias.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Morre no Rio de Janeiro o diretor Domingos Oliveira

Fica o legado com peças e filmes desse Woody Allen brasileiro


+ Notícias

Goiânia tem campanha online de alimentos em prol de mulheres e crianças

Basta um clique para acabar com a violência doméstica


+ Notícias

Instituto Nacional de Meteorologia declara alerta de formação de ciclone na Bahia e no Espírito Santo

O fenômeno ocorrerá em alto-mar, com chuva forte e ventos que podem chegar a 100km/h 


+ Notícias

Pedinte usa dinheiro de esmola para comprar comida para cachorros de rua em Goiânia

O vídeo foi parar nas redes sociais e flagra o homem saindo de um supermercado sendo recebido pelos animais.


+ Notícias

Renata Vasconcellos é vítima de fake news por causa do look que teria mostrado demais no JN

'Eu estou é morto com a Renata fazendo topless na bancada do JN'


+ Notícias

Marinha solta alerta para possível ciclone na costa do Espírito Santo e Bahia

Qualquer outra informação será divulgada no site da Marinha e da CPTEC


+ Notícias

Comic Con Experience divulga valores e dias para a compra dos ingressos

O evento deste ano vai acontecer entre os dias 5 e 8 de dezembro


+ Notícias

Inmet divulga Alerta Amarelo com riscos de chuvas intensas em Goiânia

Fim de semana deve ser de fortes chuvas e ventos de até 60 km/h


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.