Turismo / Turismo em Goiás

Comunidade Kalunga carrega cultura, tradição e história em santuário ecológico de Goiás

Curta Mais foi conhecer de perto a maior comunidade quilombola do país, vem ver!

2513    22

Yasmim
por Yasmim Fleury

O Curta Mais já mostrou antes como o município de Cavalcante possui muitas belezas escondidas e ainda pouco exploradas. Com mais de 150 cachoeiras catalogadas (nem todas com acesso aberto para visitação), o local vem atraindo cada vez mais turistas que frequentam a Chapada dos Veadeiros.

Além de contar com belas atrações naturais, a pequena cidade é berço dos Kalunga - a maior comunidade de remanescentes quilombolas do Brasil. É interessante ressaltar que essa é uma comunidade que construiu a sua cultura ao longo de quase 300 anos de isolamento (que foi uma maneira do povo Kalunga de encontrar a liberdade). Até 1982 não havia um levantamento sobre sua sociedade – que só teve seu valor reconhecido pela antropóloga Mari Baiocchi.

 

Buscando fazer uma imersão no turismo de Goiás, nosso fotógrafo Marcos Aleotti foi até lá conferir de perto essa riqueza cultural e trazer todas as informações, dicas e fotos do local para que você possa se organizar e planejar uma visita à esse verdadeiro patrimônio histórico. A missão foi traduzir a essência da comunidade em seus registros, tarefa que foi executada com sucesso!

6c2f265fefb42f6ba003cd7a18dd180d.jpg

5907b3073004c249ca87ecd41a93cb85.jpg

0a6fd08510877d6cb350ea2c1424dd1e.jpg

b276ac1c705de4309dbedd451a387265.jpg

99984900462f7811e11c8169fd7f60f6.jpg

 

Comunidade do Engenho Il

Situada na zona rural do município de Cavalcante, ao norte da Chapada dos Veadeiros, a Comunidade Kalunga do Engenho II vem se destacando na região devido ao grande potencial turístico, tanto étnico quanto de aventura.

f1222bf8dcc2da5845fa480663b9653b.jpg

28e552079e82d308d166faa02952f6f5.jpg

670dd1d45b6894972354dc7811e9932d.jpg

 

Os pontos atrativos do local variam entre cachoeiras, cannyions, trilhas, festas populares e religiosas, músicas, dança e artesanato. O turismo é a principal renda da comunidade e garante a preservação e conservação do meio ambiente e da cultura local.

No Centro de Atendimento ao Turismo você pode, além de pegar as informações básicas, provar lanches e doces deliciosos além de um caldo de cana com limão maravilhoso. Lá você também pode incentivar o mercado local comprando artesanatos, temperos e comidinhas produzidas pelas mulheres da comunidade.

1f2e7dd75bac17e66334a3db28fd879c.jpg

 

3825ae67047aa1d3b0789797b2d15472.jpg

503615ee297ac8645c762a44a5c23f49.jpg

b77270a2a79bf81f8ab6a8ea18153af1.jpg

5f096f7bff08ebf0cd0559e2138a00dc.jpg

4d8e8874c18f2248d65a3b0b0b443a3c.jpg

 

História

Na língua banto, de origem africana, Kalunga significa lugar sagrado, de proteção.

06b4a54a2195b8b3bd8219d58f6f4976.jpg

A origem da comunidade aconteceu a mais de 200 anos, quando seus ancestrais fugiam da escravidão em pleno ciclo do ouro e da garimpagem. Na época, Goiás passava pelo período de colonização e começou a ser desbravado pelos portugueses. Cansados da submissão e dos castigos sofridos na exploração das minas de ouro, os escravas fugiram em busca de liberdade. Se escondendo nas matas e em locais de difícil acesso, acabaram criando seus quilombos em um dos lugares mais bonitos do Brasil, no norte do estado - Chapada dos Veadeiros.

1efa9158b916a4be1f6dc1c3578f7b33.jpg

Em uma área de mais de 230 mil hectares, o quilombo Kalunga ocupa um vasto território que abrange parte de três municípios de Goiás: Cavalcante, Monte Alegre e Teresina de Goiás.

O Sítio Histórico da comunidade é uma das maiores riquezas culturais do município de Cavalcante, e os Kalungas têm quatro núcleos diferentes: Vão de Almas, Vão do Moleque, Ribeirão dos Bois e Contenda. Esses núcleos são formados por pequenos povoados como Engenho, Diadema, Riachão, Ema e outros, e abriga mais de 4500 pessoas, sendo considerado o maior quilombo do Brasil em extensão territorial.

3f4c6b2927497c2a40300da2100bc56a.jpg

Com aproximadamente 90% da sua área ambiental preservada, o local foi reconhecido oficialmente, em 1991, como Sítio Histórico que abriga o Patrimônio Cultural Kalunga e Patrimônio Histórico e Cultural do Brasil.

355030c8ba9240df4b4cf9e870acef23.jpg

 

Tradições Culturais

Na comunidade, as festas são rituais de grande expressão cultural. Mais do que uma mera comemoração, elas representam a cultura local e têm um papel social, de união, alegria e tradição. Através das festas, os Kalungas se reencontram com sua identidade cultural e expressam seus costumes através da dança - que tem um forte simbolismo para a cultura:

- Sussa: de origem africana, essa dança é considerada sagrada. A participação feminina é predominante, e as mulheres dançam girando e equilibrando garrafas na cabeça. O momento é marcado pelo som de violas, pandeiros e sanfonas.

- Bolé: voltada para as crianças da comunidade. É feita uma grande roda e a dança é marcada pelo ritmo acelerado e muitos giros. A manifestação chegou a se perder da tradição e vem sendo resgatada pelos Kalunga.

b227ae35c345042810aca898019b8c08.jpg

 

Moradores

Chegando na comunidade conhecemos Seu Joseli, que tem 54 anos e é um dos guias mais experientes da região. Ele também é um artista, grande conhecedor da natureza, preservador do meio ambiente e excelente contador de causos - em uma de suas histórias contou que desde os 8 anos já saía para caçar com o pai!

“Tenho maior orgulho de ser guia, de mostrar paras outras pessoas toda a beleza da minha região e conscientizar sobre a preservação da natureza."

6cf37cfdada145a01d3525495e1e7e27.jpg

 

436c69dee1b665d8ee4d6d45b3aa36ce.jpg

612c7f36f1b300e093a36417936fa49a.jpg

 

Outro simpático morador da comunidade é o Mestre Cirilo Rosa, um dos líderes do Engenho II. Pai de 11 filhos, conta histórias de como foi difícil a vida de seus antepassados e sobre a luta para ter aquela região legalizada. Ele ainda diz que ser Kalunga é motivo de orgulho: "Temos orgulho de nosso povo ter vencido toda dificuldade, de ter passado todo momento de sofrimento e hoje estar em liberdade, e ver que a igualdade e o desenvolvimento chegou para nós. Nossas terras regularizadas nos ajudam a desenvolver nossas atividades econômicas e de preservar nossa identidade cultural."

e049c1b623c591a8d03207c4917c7ca7.jpg

Cirilo conta que algum tempo atrás a comunidade vivia isolada e sem nenhuma estrutura. No entanto, hoje o desenvolvimento chegou até lá com estruturas como luz elétrica, bares, restaurantes e até mesmo uma escola do pré-escolar ao terceiro ano do ensino fundamental.

 

Atrações

Cachoeira Santa Bárbara

b95b86434db01d881e24e2fcfd7ebcba.jpg

 

Cachoeira da Capivara

 

Cachoeira do Candaru

 

Mirante Nova Aurora

87971690a31543bdc6090d1f0b3f3969.jpg

 

Mirante da Ave Maria

 

Dicas:

- Para conhecer a fundo a cultura local, tome café da manhã no CAT - que além de vender, lanches, doces e um caldo de cana com limão maravilhoso, tem uma lojinha de artesanatos, temperos e coisas produzidas pelos Kalungas.

034bb9670a8467516a3b332dd7d51320.jpg

0b367038618cb70156c396ddbc51ee2f.jpg

f09b4c3d6433245e79b38cf012c7149b.jpg

4462b1d2f39db955515c2d7c17da9fae.jpg

- O CAT abre às 8h e é necessário contratar um guia para fazer os passeios. A taxa cobrada por pessoa para entrar nas cachoeiras é de R$ 20 e cada guia cobra R$ 70 para grupos de até 7 visitantes.

- Antes de seguir para a cachoeira, reserve o almoço em algum restaurante da região. A comida é simples e típica, e oferece opções como frango caipira, peixe, paçoca de carne, mandioca frita e sucos naturais de frutas do cerrado. O preço médio é de R$ 25 à vontade por pessoa.

71eb7baeb18c19a77926d0f0843ca928.jpg

- Para poder ter maior contato com a cultura dos Kalunga e conhecer toda essa beleza da região, será preciso ficar mais de um dia. Por isso se hospede em Cavalcante ou na própria comunidade. Apesar de oferecer pouca estrutura, há áreas de camping e aluguel de casas da região.

- Abasteça o seu carro antes de subir a estrada de terra que liga Cavalcante à comunidade dos Kalungas.

- Nenhum lugar na comunidade passa cartões (crédito/débito), portanto se previna e leve dinheiro em espécie.

 

Informações úteis:

CAT Alto Paraíso: (62) 3446-1159

CAT Cavalcante: (62) 3494-1507

CAT Comunidade Kalunga: (62) 99802-4122

Distâncias: 33km de Cavalcante | 142km de Alto Paraíso | 157km de São Jorge

 

Fotos - Pauta: Marcos Aleotti

NOTÍCIAS RELACIONADAS

15218   

Dicas, passeios e paisagens numa jornada pela Chapada dos Veadeiros

+ Turismo

Dicas, passeios e paisagens numa jornada pela Chapada dos Veadeiros

Confira 11 motivos para conhecer esse paraíso recheado de paisagens de calendário!


5804   

25 imagens que vão fazer você querer fugir para a Chapada dos Veadeiros ainda hoje

+ Turismo

25 imagens que vão fazer você querer fugir para a Chapada dos Veadeiros ainda hoje

Um dos maiores cartões-postais do estado merece sua visita!


1834   

Bate e volta: 8 lugares para curtir o fim de semana a menos de 200 km de Goiânia

+ Turismo

Bate e volta: 8 lugares para curtir o fim de semana a menos de 200 km de Goiânia

Aproveite os dias de descanso para dar uma esticadinha no interior do estado


1403   

Luzes e Trevas: série fotográfica retrata a Procissão do Fogaréu

+ Turismo

Luzes e Trevas: série fotográfica retrata a Procissão do Fogaréu

Curta Mais acompanhou um dos grandes ícones culturais de Goiás, confira!


3444   

Hoteis Fazenda nos arredores de Pirenópolis pra quem quer curtir a Páscoa com sossego

+ Turismo

Hoteis Fazenda nos arredores de Pirenópolis pra quem quer curtir a Páscoa com sossego

Para aqueles que preferem uma alternativa relax para o feriado


5349   

10 lugares lindos, divertidos e baratos para viajar na Semana Santa em Goiás

+ Turismo

10 lugares lindos, divertidos e baratos para viajar na Semana Santa em Goiás

Aproveite os dias de descanso para dar uma esticadinha no interior do estado


6348   

Mirante da Janela é cartão-postal em meio a imensidão impactante da Chapada dos Veadeiros

+ Turismo

Mirante da Janela é cartão-postal em meio a imensidão impactante da Chapada dos Veadeiros

Conhecemos de perto este cenário surreal que é uma das vistas mais lindas e impressionantes do estado


1603   

Capelinha de São Jorge proporciona encontro de fé e tradição na Chapada dos Veadeiros

+ Turismo

Capelinha de São Jorge proporciona encontro de fé e tradição na Chapada dos Veadeiros

O local é um importante elo entre as pessoas e a história da pequena Vila


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2017. Todos os direitos reservados.