24/11/2017 22:09
Notícias / Conteúdo

20 cidades turísticas de Goiás que você precisa conhecer

139768    22

Marcelo
por Marcelo Albuquerque

Goiás é um estado cheio de riquezas e belezas naturais, casa de um povo acolhedor que recebe turistas de todos os lugares do mundo de braços abertos. Para fomentar o turismo local e aumentar a visibilidade das cidades goianas dentro do estado e do Brasil – e por que não, do mundo? –, o Curta Mais realizou no mês de agosto uma pesquisa que elegeu as 10 melhores cidades turísticas de Goiás (ainda não viu o resultado? Então clica aqui!). É claro que muitas cidades ficaram de fora do top 10, então, listamos aqui 20 destinos turísticos de Goiás que você precisa conhecer, com o top 10 eleito pelo público (as cidades listadas aqui de 1 a 10) e mais 10 destinos que valem a visita. Arrume as malas e Curta Mais Goiás!

 

1. Caldas Novas

 Caldas

As fontes de águas termais possuem propriedades terapêuticas e medicinais e são o grande destaque de Caldas Novas

Foto: Goiás Turismo

A grande campeã, eleita pelo público como a melhor cidade turística de Goiás, é nacionalmente conhecida por suas águas termais, que compõem o maior manancial hidrotermal do mundo e recebem mais de quatro milhões de turistas por ano, do Brasil e de fora do país. Caldas Novas é a quarta cidade turística não-capital do Brasil, e possui o maior polo hoteleiro de Goiás. A cidade também abriga o Parque Estadual da Serra de Caldas Novas, com suas trilhas e cachoeiras, abrindo espaço para o ecoturismo e o turismo de aventura, e recebe eventos de porte nacional, como o Caldas Country, um dos maiores festivais de música sertaneja do Brasil.

Como chegar: Caldas Novas fica a 171 km de Goiânia, com acesso pela BR-153 (até o trevo de Piracanjuba) e seguir: GO-217, GO-139 e GO-213. Ou pela GO-020, e depois pela GO-139.

Programas obrigatórios: Relaxar nas piscinas de águas termais, que brotam do chão em temperaturas que variam entre 43° e 70°, e possuem propriedades terapêuticas e medicinais; Curtir uma temporada nos clubes aquáticos e de águas termais: são mais de 200 piscinas termais e mais de 20 clubes aquáticos na cidade, que possui 130 mil leitos com taxa de ocupação média e alta durante todo o ano; Pesca esportiva, passeios de barco, canoagem, jet ski e outros esportes aquáticos no Lado de Corumbá, lago artificial de 65 km² que abastece a Usina Hidrelétroca de Corumbá I; Trilhas, esportes radicais e banhos de cachoeira no Parque Estadual Serra de Caldas Novas, área de preservação criada em 1970 para proteger a região de reabastecimento do lençol termal da região; Visitar o Jardim Japonês, inspirado nos jardins de templos budistas, espaço repleto de misticismo e um convite à meditação;

Informações de hospedagem e alimentação: Secretaria de Turismo de Caldas Novas e CAT-Caldas Novas: (64) 3454-3524

 

Cachoeira

Cachoeira no Parque Estadual Serra de Caldas Novas

Foto: Goiás Turismo

 

Águas

Caldas Novas possui mais de 200 piscinas termais...

Foto: Secretaria de Turismo de Caldas Novas

 

Parque

... e mais de 20 parques e clubes - é água pra curtir o ano inteiro!

Foto: Secretaria de Turismo de Caldas Novas

 

Lago

Pôr do sol no Lago Corumbá, em Caldas Novas

Foto: Secretaria de Turismo de Caldas Novas

 

2. Pirenópolis

Cachoeira

Cachoeira dos Dragões, em Pirenópolis

Foto: Secretaria de Turismo de Pirenópolis

Tombada como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1989, Pirenópolis é um registro da história de Goiás, que transpira nos casarões e construções antigas de seu Centro Histórico. Além disso, a cidade é o berço do escultor goiano José Joaquim de Veiga Valle e dos cantores sertanejos Zezé di Camargo e Luciano (a casa onde eles cresceram ainda existe, nos arredores da cidade!). Vale intercalar os passeios pela cidade com visitas às cachoeiras e trilhas do Parque Estadual Serra dos Pireneus. A cidade, que recebe grandes festivais de gastronomia, literatura e cinema, e festas religiosas, é um dos destinos preferidos de fins de semana e feriados prolongados para os moradores de Goiânia e Brasília.

Como chegar: Pirenópolis fica a 128 km de Goiânia, com acesso pela GO-431.

Programas obrigatórios: Conhecer as construções do Centro Histórico de Pirenópolis, como a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, o Cinema e o Teatro Pirineus e a Casa de Câmara e Cadeia; Conhecer a Cidade de Pedra, a maior cidade de pedra do Brasil, com diversas formações rochosas que formam cânions, labirintos e pedras de formatos que lembram animais e rostos; Trilhas, montanhismo, arborismo, rapel e banhos de cachoeira no Parque Estadual Serra dos Pirineus, que tem por objetivo preservar os sítios naturais de relevância ecológica e histórica, e que abriga a cachoeira do Abade, com 22 metros de queda e rodeada por uma praia de areia branca; Visitar as cachoeiras do Lázaro, do Rosário, da Fumaça, da Meia Lua e dos Dragões.

Telefones úteis: Secretaria de Turismo de Pirenópolis: (62) 3331-2416 | CAT - Pirenópolis: (62) 3331-2633

 

Igreja

Igreja Nossa Senhora do Rosário, parte do patrimônio tombado pelo IPHAN

Foto: Goiás Turismo

 

onde

Roteiro de charme: entre ruas e prédios históricos, o burburinho dos bares e restaurantes

 

Arborismo

Arborismo em Pirenópolis

Foto: Goiás Turismo

 

Pirenopolis

Cachoeira do Lázaro

Foto: Goiás Turismo

 

3. Cavalcante

Cachoeira

Cachoeira Santa Bárbara

Foto: Goiás Turismo

Ecoturismo, turismo de aventura e turismo cultural se encontram em Cavalcante, município que abriga quase 70% da área total do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza e Patrimônio Mundial da UNESCO. Cachoeiras, serras, rios e cânions fazem o cenário da cidade, onde o Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga, a maior comunidade quilombola do País, também está abrigado.

Como chegar: Cavalcante fica a 510 km de Goiânia, com acesso pela BR-153.

O que fazer: Visitar o Povoado Kalunga do Engenho II e conhecer as tradições quilombolas, além de descobrir as belezas naturais do Sítio Histórico, como a Cachoeira da Capivara, a Cachoeira Candaru, com 70 metros de queda d’água, e a Cachoeira de Santa Bárbara, a 5ª cachoeira mais visitada do Brasil, com 35 m de queda que formam um poço de água cristalina, com pontos esverdeados e azuis; Trilha, rapel, escalada e esportes radicais na Ponte de Pedra, um enorme arco de pedra aberto trabalho das águas do Rio São Domingos, com um salto de quase 100m de altura; Visitar as 7 cachoeiras do Complexo do Rio do Prata: Pratinha I, II, III, IV,V, Rei do Prata, Urubu Rei;

Informações de hospedagem e alimentação: Prefeitura Municipal de Cavalcante: (62) 3494-1193 | (62) 3494-1399 | Secretaria de Turismo de Cavalcante e CAT - Cavalcante: (62) 3494-1507

 

Ponte 

Ponte de Pedra

Foto: Goiás Turismo

 

Trilha

Trilha na Chapada dos Veadeiros, em Cavalcante

Foto: Goiás Turismo

 

Cavalcante

Cachoeira Rei do Prata

Foto: Goiás Turismo

 

4. São Miguel do Araguaia/Luiz Alves

Pesca

Pesca esportiva no Rio Araguaia

Foto: Goiás Turismo

Sombra e água fresca são alguns dos atrativos de São Miguel do Araguaia, ponto de acesso à Luiz Alves e à Ilha do Bananal, maior ilha fluvial do mundo. As belezas naturais de São Miguel atraem banhistas e praticantes de esportes aquáticos e pesca, além de cruzeiros e barcos-hotéis.

Como chegar: São Miguel do Araguaia fica a 475 km de Goiânia, com acesso pela GO–070.

Programas obrigatórios: Pesca esportiva em Luiz Alves, distrito de São Miguel do Araguaia (e cenário da novela "Araguaia", da Rede Globo!); Banho e esportes aquáticos na Praia do Foguete: Mais pesca esportiva, banhos e jet ski nos rios Araguaia, Cristalino, Crixás e Pintado; Acesso à Ilha do Bananal, maior ilha fluvial do mundo e Reserva da Biosfera pela UNESCO.

Informações de hospedagem e alimentação: Secretaria de Turismo: (62) 3977-7152 | (62) 3977-7153 | CAT – São Miguel do Araguaia: (62) 3382-3140

 

São

Banhistas e praticantes de esportes aquáticos tem espaço na Praia do Foguete

Foto: Goiás Turismo

 

Pôr

Pôr do sol em São Miguel do Araguaia - não foi à toa que virou cenário de novela, hein?

Foto: Secretaria de Turismo de São Miguel do Araguaia

 

5. Aruanã

Aruanã

Jet ski no Rio Araguaia, que também atrai o turismo de pesca

Foto: Goiás Turismo

Goiás pode até não ter mar, mas tem rio – e Aruanã dá um banho quando o assunto é água. Um dos maiores destinos do Rio Araguaia, a cidade se transformou em um polo para o turismo de pesca, de esportes aquáticos e de praia, recebendo em seus lagos e lagoas turistas que procuram programas mais tranquilos.

Como chegar: Aruanã fica a 315km de Goiânia, com acesso pelas rodovias GO–070, GO–530 e GO-060.

Programas obrigatórios: Pesca esportiva, banho e prática esportes aquáticos nos Rio Araguaia e Rio Vermelho; Camping às margens dos Rios Araguaia e Vermelho; Descobrir o Encontro dos Rios Araguaia e Vermelho; Conhecer a comunidade indígena Karajá e suas tradições;

Informações de hospedagem e alimentação: CAT - Aruanã: (62) 3376-1442

 

Pôr

Pôr do sol no Rio Araguaia, cenário de tirar o fôlego

Foto: Goiás Turismo

 

Pesca

Pesca esportiva no Rio Araguaia

Foto: Goiás Turismo

 

6. Mineiros

 Passeio

Passeio de bote no Parque Nacional da Emas

Foto: Secretaria de Turismo de Mineiros

Uma das portas de entrada para o Parque Nacional das Emas, onde se pode observar o efeito da bioluminescência, Mineiros também é a casa de mais de 150 cachoeiras catalogadas e da região mística do Pinga-Fogo, ideal para a prática de trekking, hiking e rapel. A cidade possui grande variedade de fauna, flora, piscinas naturais e grutas, fazendo de Mineiros um destino ideal para o turismo de aventura.

Como chegar: Mineiros fica a 420km de Goiânia, com acesso pela BR -060.

O que fazer: Observar o fenômeno da bioluminescência no Parque Nacional das Emas; Boia-cross, flutução e safári no Parque Nacional das Emas; Trekking, hiking e rapel na região da Chapada do Pinga Fogo; Cachoeirismo e banhos nas mais de 150 cachoeiras catalogadas, como a dos Dois Saltos, do Ribeirão Invernadinha e do Rio Verde.

Informações de hospedagem e alimentação: Secretaria de Cultura e Turismo: (64) 3661-0005 | CAT - Mineiros: (64) 3661-0006

 

Mineiros

Chapada Pinga Fogo, ideal para trekking, hiking e rapel

Foto: Goiás Turismo

 

Boia

Boia-cross no Parque Nacional das Emas

Foto: Secretaria de Turismo de Mineiros

 

7. Colinas do Sul

Colinas

Águas termais em Colinas do Sul

Foto: Goiás Turismo

Localizada entre o Lago de Serra da Mesa e a Chapada dos Veadeiros, Colinas do Sul está cercada por atrações naturais com opções de trilhas, cachoeiras, mirantes, vales, serras, rios e lagos. A cidade tem grande potencial para o turismo de pesca e abriga o encontro dos rios São Miguel e Tocantinzinho. Para os que buscam programas mais tranquilos, Colinas do Sul também possui banhos em águas termais.

Como chegar: Colinas do Sul fica a 393 km de Goiânia, com acesso pelas rodovias GO-132 e GO-239.

Programas obrigatórios: Banhos nas águas termais; Pesca esportiva e banhos no Lago de Serra da Mesa, o segundo maior lago artificial do Brasil; Camping, tilhas e banhos na Reserva Particular do Patrimônio Natural Cachoeira das Pedras Bonitas; Acesso para o Parque da Chapada dos Veadeiros, unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza, que abriga cachoeiras e belezas naturais, atraindo turistas para trilhas, esportes radicais e banhos de cachoeira; Descobrir o encontro dos rios São Miguel e Tocantinzinho.

Telefones úteis: Prefeitura de Colinas do Sul: (62) 3486-1117 | Allan Kardec, da Secretaria de Turismo: (62) 9627-4477

 

Lago

Lago Serra da Mesa, segundo maior lago artificial do Brasil

Foto: Goiás Turismo

 

Águas

Águas termais em Colinas do Sul

Foto: Goiás Turismo

 

8. Formosa

Formosa

Buraco das Araras, a segunda maior dolina de colapso do centro-oeste (depressão em formato circular formado pela dissolução das rochas) e uma das maiores do Brasil, abriga no seu interior uma densa floresta úmida, com samambaias gigantes e uma caverna secreta banhada por rios subterrâneos de água cristalina

Foto: Goiás Turismo

Para os aventureiros, Formosa (GO) é um mundo a ser desbravado: grutas, cachoeiras, quedas livres, trilhas, e rampas de voo livre vão fazer você sentir um gostinho de adrenalina como nunca antes. A cidade abriga o Salto do Itiquira, o maior do Planalto Central, e o Vale do Paranã, palco do campeonato mundial de voo livre.

Como chegar: Formosa fica a 281 km de Goiânia, com acesso pela BR-153 e em seguida pela GO-118.

Programas obrigatórios: Rapel no Buraco das Andorinhas e das Araras, duas formações rochosas com grutas e rios subterrâneos de águas cristalinas; Vôo livre na pista do Vale do Paranã, que recebe, todos os anos, o campeonato de vôo livre; Jet Ski e esportes aquáticos na Lagoa Feia; Conhecer o Salto do Itiquira, no Parque Municipal do Itiquira - são 168 metros de queda livre, no maior salto de fácil acesso do Brasil; Descobrir as inscrições rupestres nos Sítios Arqueológicos da Toca da Onça e do Bisnau; Visitar as cachoeiras do Bisnau, do Indaiá e da Água Fria.

Informações de hospedagem e alimentação: Secretaria Municipal de Turismo de Formosa: (61) 3981-1234 | CAT Formosa: (61) 9686-0142

 

Vôo

Vale do Paranã, que recebe todos os anos uma etapa do campeonato de vôo livre

Foto: Secretaria de Turismo de Formosa

 

Cachoeira

Cachoeira da Água Fria, ideal para banho e prática de esportes radicais

Foto: Secretaria de Turismo de Formosa

 

9. Caiapônia

Salto

Salto São Domingos em Caiapônia

Foto: Goiás Turismo

Cachoeiras e morros fazem de Caiapônia um destino para os que gostam de aventura. Para quem curte rapel em cachoeira, moutain bike e caminhadas em trilhas as cachoeiras da Samambaia e da Abóbora são paradas obrigatórias. A cidade também abriga outras belezas naturais, como o Morro do Gigante Adormecido, que lembra um rosto humano de perfil.

Programas obrigatórios: Caiapônia fica 318 km de Goiânia. Acesso pela Rodovia dos Romeiros até Iporá-GO, depois acesso pela rodovia GO-221.

O que fazer: Rapel, trilha, mountain bike e esportes radicais nas Cachoeiras da Samambaia, da Abóbora, da Jalapa, do Salto de São Domingos, de Santa Helena e de Salomão; Banhos mais tranquilos no Balneário do Lajeado; Rapel e trilhas no Morro do Gigante Adormecido.

Informações de hospedagem e alimentação: Prefeitura de Caiapônia: (64) 3663-1025 | Secretaria de Turismo de Caiapônia: (64) 3663-2868 | Secretaria de Desporto e Lazer de Caiapônia: (64) 3663-1899

 

10. Jataí

Jet

Jet ski no Lago Bom Sucesso, em Jataí

Foto: Prefeitura de Jataí

Águas termais e muita adrenalina: Jataí se destaca no cenário turístico de Goiás como destino para os que procuram turismo de aventura e banhos em águas quentes. A cidade tem apostado no potencial de suas águas termais, que atraem turistas para os grandes clubes aquáticos do município: Thermas Park Jatahy e Hotel Thermas Bonsucesso. Mas, Jataí também tem espaço para camping, trilhas, rapel, tirolesa, canoagem, jet sky, rafting, e, é claro, banhos de cachoeira.

Como chegar: Jataí fica a 327 km de Goiânia, acesso pela BR-060.

Programas obrigatórios: Jet ski no Lago Bom Sucesso; Pesca esportiva e esportes aquáticos no Rio Claro; Rapel e trilhas nas cachoeiras do Lajeado e do Bom Sucesso, e no Clube de Campo Ponte de Pedra; Banhos e diversão nos clubes de águas termais Thermas Park Jatahy e Hotel Thermas Bonsucesso.

Informações de hospedagem e alimentação: Prefeitura de Jataí: (64) 3632-8800 | CAT – Jataí: (64) 3632-4004 | Plantão: (64) 9612-5147

 

Caiapônia

Morro do Gigante Adormecido, cenário perfeito para trilhas

Foto: Goiás Turismo

 

Cachoeira

Cachoeira em Caiapônia

Foto: Goiás Turismo

 

11. Alto Paraíso de Goiás

Vale

Vale da Lua em Alto Paraíso de Goiás

Foto: Goiás Turismo

Uma das portas de entrada para o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, Alto Paraíso de Goiás possui mais de 120 cachoeiras catalogadas e é um destino indicado para quem procura turismo de aventura e ecoturismo.

Como chegar: Alto Paraíso de Goiás fica a 423 km de Goiânia, acesso pela BR- 153 e depois pela GO-118.

Programa obrigatório: Conhecer o Vale da Lua, as Cachoeiras Almácegas I e II e os Saltos Rio Preto I e II.

Informações: (62) 3446-1159

 

12. Trindade

Festa

Festa do Divino Pai Eterno em Trindade

Foto: Secretaria de Turismo de Trindade

Trindade, a menos de 20 km de Goiânia, não ganhou a alcunha de Capital da Fé de Goiás à toa: a cidade de 115 mil habitantes recebe quase 4 milhões de pessoas todos os anos, os devotos do Divino Pai Eterno que peregrinam até lá de todas as partes do Brasil – e do mundo -, para expressarem sua fé.

Como chegar: Trindade fica a 25 km de Goiânia, com acesso pela GO-060.

Programa obrigatório: Presenciar a Festa do Divino Pai Eterno.

Informações: (62) 3506-7041

 

13. Goiânia

Palácio

Palácio das Esmeraldas, do circuito Art Déco de Goiânia

Foto: Goiás Turismo

Apesar de não ter entrado no top 10 das cidades turísticas de Goiás, Goiânia é um polo turístico de relevância nacional quando se fala em turismo de eventos, negócios, compras e até saúde, recebendo turistas de todo o Brasil.

Como chegar: Para chegar a Goiânia de qualquer lugar do Brasil, é só vir de avião. De carro, o acesso é pelas BR-153, GO-060, GO-020, GO-403, GO-070 ou GO-080.

Programas imperdíveis: Curtir a vida noturna da capital; Visitar os parques Vaca Brava, Flamboyant, Lago das Rosas, Areião e dos Buritis; Conhecer o acervo arquitetônico Art Déco, como o Palácio das Esmeraldas e o Teatro Goiânia;

Informações: (62) 3524-7285

 

14. Cidade de Goiás

Igreja

Igreja São Francisco de Pádua, na Cidade de Goiás

Foto: Goiás Turismo

Berço da poetisa Cora Coralina, a antiga capital do estado foi fundada durante o ciclo do ouro, no século XVIII. Atualmente, a Cidade de Goiás atrai turistas interessados em seu charme histórico.

Como chegar: A Cidade de Goiás fica a 142 km de Goiânia, com acesso pela GO-070.

Programa imperdível: Conhecer o centro histórico da cidade, tombado como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO.

CAT - Goiás: (62) 3371-7713 | (62) 8596-4227

 

15. São Domingos

Gruta

Gruta do Parque Estadual de Terra Ronca, em São Domingos

Foto: Goiás Turismo

São Domingos abriga o Parque Estadual de Terra Ronca, constituído por inúmeras grutas de cerca de 620 milhões de anos, banhadas por águas límpidas e mornas.

Como chegar: São Domingos fica a 641 km de Goiânia, acesso pelas BR-060 e BR-020.

Programa imperdível: Visitar o complexo cavernícola do Parque Estadual de Terra Ronca, que concentra inúmeras grutas como a de Terra Ronca (que deu nome ao parque), São Mateus e Angélica, com galerias quilométricas e grande volume dos cursos d'água.

Informações: (62) 3425-1516

 

16. Rio Quente

Banho

Banho nas águas cristalinas de Rio Quente

Foto: Goiás Turismo

Rio Quente já foi distrito de Caldas Novas e por isso também tem grande destaque no turismo de águas termais. Atualmente abriga o complexo turístico do Rio Quente Resorts.

Como chegar: Rio Quente fica a 179 km de Goiânia, acesso pela GO-020 até Bela Vista de Goiás, então, entre à esquerda na GO-139; no encontro com a GO-213, vire sentido a Rio Quente e logo vire na GO-507.

Programa imperdível: Banhos nas águas termais cristalinas.

Informações: (64) 3452-7021

 

17. Mambaí

Tirolesa

Tirolesa em Mambaí, uma das maiores do Brasil

Foto: Goiás Turismo

Apesar de pouco conhecida, Mambaí está cheia de cachoeiras, lagos, cânions e cavernas, fazendo da cidade um destino ideal para o ecoturismo e o turismo de aventura.

Como chegar: Mambaí fica a 508 km de Goiânia, acesso pela BR-060 seguindo pela BR-020.

Programa imperdível: Cruzar o cânion do Córrego das Dores em uma das maiores tirolesas do Brasil - são 102 metros de altura e 320 metros de extensão.

Informações: (62) 3484-1251

 

18. Corumbá

Salto

Salto de Corumbá

Foto: Goiás Turismo

Esportes aquáticos e radicais como rapel e tirolesa são os atrativos da tranquila cidade de Corumbá, que mantém seu ar charmoso e bucólico.

Como chegar: Corumbá de Goiás fica a 113 km de Goiânia, com acesso pela GO.

Programa imperdível: Rafting, boia-cross, tirolesa e cachoeirismo no Salto de Corumbá.

Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer de Corumbá: (62) 3338-1576

 

19. Cristalina

Pedra

Pedra do Chapéu do Sol em Cristalina, que mantém o equilíbrio do mundo

Foto: Goiás Turismo

Cristalina é tida por muitos mísiticos como o ponto de equilíbrio do mundo, graças ao magnetismo do seu solo e o trabalho com cristais e pedras preciosas.

Como chegar: Cristalina fica a 179 km de Goiânia, acesso pela BR-060/BR-153, seguindo pela BR-040, e pela GO-010.

Programa imperdível: Meditar na Pedra do Chapéu do Sol, bloco de granito de quase 100 toneladas, equilibrada há milhões de anos em uma base de pouco mais de 1 metro e tido como ponto de equilíbrio do universo.

Informações: (61) 3612-7658

 

20. Piranhas

Cachoeira

Cachoeira Santa Helena em Piranhas

Foto: Goiás Turismo

Piranhas possui um grande potencial para o ecoturismo graças a suas riquezas naturais: o destino é ideal para quem deseja banhos de cachoeiras e córregos e praticar caminhada, rapel, escalada e outras atividades esportivas e radicais.

Como chegar: Piranhas fica a 326 km de Goiânia, acesso pela BR -060.

Programa imperdível: Banho e esportes aquáticos na Cachoeira Santa Helena e nas águas cristalinas do córrego João Firmino.

Informações: (64) 3665-7000

 

Todo conteúdo desse site é de direito reservado ao Curta Mais.

Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização expressa e formalizada do veículo.

Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.

Curta Mais - Todos os direitos reservados.

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

85   

Vídeo mostra mulher sendo resgatada de trilhos segundos antes do trem passar

+ Notícias

Vídeo mostra mulher sendo resgatada de trilhos segundos antes do trem passar

A mulher precisou ser puxada por três agentes e chegou muito perto de morrer


128   

Colisão entre dois caminhões deixa mortes na BR-020; assista o vídeo

+ Notícias

Colisão entre dois caminhões deixa mortes na BR-020; assista o vídeo

Acidente aconteceu na madrugada dessa sexta-feira.


491   

Descobrimos uma galeria de arte ambulante em forma de kombi em Goiânia

+ Notícias

Descobrimos uma galeria de arte ambulante em forma de kombi em Goiânia

Com muito charme e estilo, 'Brigitte' vem chamando a atenção por onde passa na cidade


109   

População idosa cresce 16% e reafirma onda de envelhecimento dos brasileiros

+ Notícias

População idosa cresce 16% e reafirma onda de envelhecimento dos brasileiros

Dados recentes do IBGE afirmam um aumento no percentual de pessoas com 60 anos ou mais


97   

Suspeita de terrorismo, metrô em Londres é fechado às pressas

+ Notícias

Suspeita de terrorismo, metrô em Londres é fechado às pressas

Ainda não há informações sobre feridos. Confira relatos de testemunhas na internet


498   

Ana Maria Braga explica motivo do olho roxo após onda de boatos

+ Notícias

Ana Maria Braga explica motivo do olho roxo após onda de boatos

Apresentadora gravou um vídeo para esclarecer perguntas dos internautas


2991   

Blogueira Rafa Kalimann surpreende seguidores com anúncio inusitado

+ Notícias

Blogueira Rafa Kalimann surpreende seguidores com anúncio inusitado

'É muito pequeno, quase nem dá pra ver, mas já me deixou muito feliz', disse a esposa de Rodolffo


116   

Atentado a mesquita deixa mais de 180 mortos no Egito

+ Notícias

Atentado a mesquita deixa mais de 180 mortos no Egito

Até o momento, nenhum grupo assumiu a autoria do ataque


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2017. Todos os direitos reservados.