17/07/2019 14:26
Notícias / Conteúdo

17 marcas goianas famosas no Brasil e até no mundo

Na lista de grandes empresas que nasceram ou cresceram em Goiás, segmentos de alimentos, medicamentos, higiene, educação e até entretenimento

Marcelo
por Marcelo Albuquerque

Construir uma lista não é tarefa nada fácil. Demanda tempo, pesquisa, apuração minunciosa e ainda assim corre-se o risco de esquecer alguém. Dessa vez, Curta Mais quis reunir em um só lugar, empresas que nasceram em Goiás ou tiveram seu boom por aqui. É bem provável que ao divulgar este conteúdo, outras importantes marcas serão lembradas pelos nossos leitores. A ideia é começar com esta e depois ampliar os participantes. Seja por curiosidade ou por inspiração, as histórias das empresas relacionadas aqui tem trajetória de sucesso e podem estimular o empreendedorismo e revelar que Goiás também é terra fértil para as boas ideias.

Sabemos também que marcas como Mabel, Neo Química e Caramuru começaram em outros lugares mas foi em solo goiano que tiveram maior sucesso de suas trajetórias. Algumas já foram vendidas a outros grandes grupos como é o caso da Panarello e da própria Mabel.

Abrimos a lista com a goianíssima JBS/Friboi - hoje o maior produtor de proteína do mundo. 

Na lista de grandes empresas que nasceram ou cresceram em Goiás, segmentos de alimentos, medicamentos, higiene, educação e até entretenimento.

A pesquisa foi feita com base no site das próprias empresas e da Wikipédia. Não há ranking nesta lista, os números são apenas para facilitar a leitura.

Esperamos que curtam!

 

1 - JBS / Friboi

friboi

Fundada em Formosa, Goiás, em 1953, a JBS S.A. é um conglomerado brasileiro de capital aberto e atualmente o maior produtor de proteína do planeta! É uma das maiores indústrias de alimentos do mundo, a companhia opera no processamento de carnes bovina, suína, ovina e de frango e no processamento de couros. Além disso, comercializa produtos de higiene e limpeza, colágeno, embalagens metálicas, biodiesel, entre outros. Seus negócios são divididos em três unidades: JBS Mercosul, JBS Foods e JBS USA, que inclui as operações de bovinos nos EUA, Austrália e Canadá, suínos e aves nos EUA, México e Porto Rico.

O grupo controla marcas como Swift, Friboi, Maturatta, Seara, Cabana Las Lilas, Pilgrim's, Gold Kist Farms, Pierce, 1855 e Big Frango. A companhia atua em 22 países de cinco continentes (entre plataformas de produção e escritórios) e atende mais de 300 mil clientes em mais de 150 nações. A companhia abriu seu capital em março de 2007 e suas ações são negociadas na BM&FBovespa no mais elevado nível de governança corporativa do mercado de capitais do Brasil, o Novo Mercado.

A companhia hoje tem mais de 216.000 colaboradores ao redor do mundo e 340 unidades, entre fábricas e escritórios comerciais. Recentemente comprou a marca de sandálias Havaianas.

 

2  - Hypermarcas

A Hypermarcas S.A. iniciou suas atividades em Goiás no ano de 2001, com o nome de Prátika Industrial Ltda, quando João Alves de Queiroz Filho readquiriu a empresa, que havia sido vendida à Bestfoods como parte da Arisco, logo incorporada a Unilever, que por sua vez não tinha interesse no negócio de esponjas de aço, seu foco, com as marcas Assolan e Fácil. Procurando destaque para sua marca foco, a Assolan, a empresa investiu pesado em marketing, obtendo sucesso e tornando a marca Assolan, uma das mais conhecidas do Brasil.

A Hypermarcas é dona hoje tem várias marcas tradicionais e famosas, presentes nos lares de todo brasileiro, como Merthiolate, Monange, Bozzano, Finn Adoçante, Jontex, Neo Química, Sapeka, entre outras.

 

3 - Caramuru

caramuru

Trata-se do principal grupo brasileiro no processamento de soja, milho, girassol e canola. Com presença em quatro estados nas áreas de commodities, biodiesel, logística, produtos de consumo e nos segmentos animal e industrial.

A marca Sinhá é bastante popular entre os consumidores de praticamente todo o território brasileiro e assina produtos como óleo, pipocas, temperos etc.

A sede do grupo fica no município de Itumbiara (GO). Fundado em 1964 por Múcio de Souza Rezende, o negócio pertence atualmente à família Borges de Souza.

 

4 - Teuto

Teuto

A fábrica de medicamentos localizada em Anápolis, no estado de Goiás, é um dos maiores complexos industriais do Brasil e da América Latina. Foi a 1ª indústria de medicamentos genéricos e OTC do Brasil a obter o ISO 9000. Na construção da fábrica Teuto tudo foi meticulosamente planejado e executado para obter a aprovação do FDA - Food and Drug Administration - a agência que controla medicamentos nos Estados Unidos, fato que pode recomendá-la para desenvolver a sua atividade comercial nos mercados mundiais, onde a preocupação com produtos voltados para a saúde é acentuada.

A indústria produz e vende medicamentos genéricos, genéricos de marca (conhecidos como similares), MIPs (medicamentos isentos de prescrição), linha hospitalar, fitoterápicos, suplementos alimentares e cosméticos.

O Laboratório Teuto está dentro de uma área de 1 milhão de metros quadrados e instalado em uma área de 105 mil metros quadrados construídos. Em uma área anexa à indústria existe uma reserva florestal a Reserva Follium, com 700 mil metros quadrados, onde são preservadas fauna e flora nativa do cerrado. Além disso, dentro da companhia existe uma creche para mais de 150 crianças.

Em outubro de 2010, a indústria farmacêutica Pfizer comprou 40% da empresa por 400 milhões de reais.

 

5 - Mabel

Diferentemente do que muita gente pensa a empresa não nasceu em Goiânia mas incluímos na lista porque a sede do grupo sempre foi em Aparecida de Goiânia e muitos produtos conhecidos nacionalmente nasceram aqui. Outra marca criada pela família é a GSA Alimentos que produz o suco Refreskant, presente em todo o território nacional.

Um dos responsáveis pelo sucesso da Mabel é o empresário e ex-Deputado Federal Sandro Mabel que mora com a família em Goiânia.

Fundada em 1953 pelos imigrantes italianos Nestore e Udelio Scodro na cidade paulista de Ribeirão Preto. Na época fundaram a Mabel com o nome de Catarinense Industrial de Produtos Alimentares (CIPA). São propriedade do grupo as conhecidas Rosquinhas Mabel. As indústrias de biscoito, que eram referência da empresa, desde novembro de 2011 não fazem mais parte do grupo.

Em novembro de 2011 o grupo estadunidense Pepsico comprou, em sua totalidade, as indústrias de biscoito da Mabel, com a intenção de reforçar o portfólio de produtos do conglomerado americano .

As fábricas estão localizadas em Aparecida de Goiânia (Goiás), Três Lagoas (Mato Grosso do Sul), Duque de Caxias (Rio de Janeiro), Itaporanga d'Ajuda (Sergipe) e Araquari (Santa Catarina).

 

6 - Panarello

Imagem relacionada

Fundada por Paulo Panarello Neto (morto em 2010), a distribuidora surgiu em 1985 e fez uma carreira de sucesso, até se tornar líder na distribuição medicamentos no Brasil. O grupo que nasceu em Goiânia tem uma frota de 500 veículos, o que inclui aviões e caminhões, leva 1 milhão de caixas de remédios diários pelo País, emite 15 mil notas fiscais eletrônicas ao dia, chega a 35 mil farmácias brasileiras,  faturamento de 870 milhões de dólares, 3 000 funcionários e atende 34 800 farmácias em todo território nacional.

Empreendedor nato, Paulo Panarello tornou a distribuidora de medicamentos uma referência em todo o Brasil e, mesmo, em outros países — A Panarello foi comprada pelo grupo alemão Celésio.

 

7 - Arisco

Foi fundada em 1969 João Alves de Queiroz, com uma produção de tempero em pasta (sal temperado). Desde então, no início da década de 1970, além da pasta, a Arisco entrou em franca expansão, comprando outras empresas da área de alimentos.

Nas décadas de 1980 e 1990, a marca já em visão nacional, passou a fabricar atomatados, caldos e sopas, amido de milho, pó para refresco, achocolatado, maionese, mostarda, catchup e macarrão instantâneo. Nesta época, a linha Arisco começou a ser exportada para vários países.

Em fevereiro de 2000, foi vendida por João Alves de Queiroz Filho para o grupo norte-americano Bestfoods, por meio da Refinações de Milho Brasil (RMB) por 490 milhões de dólares, que por sua vez foi adquirida no mesmo ano pela Unilever.

A Arisco ainda existe porém apenas como uma marca da Unilever, hoje em dia a marca oferece produtos como temperos, caldos, sopas, maioneses, geleias entre outros.

 

 8 - Audiomix

Com sede em Goiânia (GO), cidade considerada berço da música sertaneja, a AudioMix atua hoje em praticamente todas as áreas do show business, permitindo a realização de serviços especializados e direcionados ao perfil de cada um dos artistas. Fazem parte do grupo: AudioMix Eventos, AudioMix Digital, AudioMix Records, Grantur e Tic Mix, todas voltadas ao segmento artístico   facilitando o atendimento junto a parceiros e contratantes de shows.

O sonho de Marcos Araujo, o ‘Marquinhos’ como é conhecido no show bussines, começou no ano de 2000, quando o empresário idealizou este projeto e colocou em pratica suas ideias arrojadas e inovadoras, o que fez se destacar no mercado, por isso hoje a Audio Mix é considerada a maior empresa de gerenciamento artístico na música brasileira. A marca se especializou no segmento sertanejo sendo responsável por revelar e posicionar a carreira dos principais artistas do país.

Acreditando no projeto, a dupla ‘Jorge & Mateus’, considerada pela crítica especializada como o maior artista do país na atualidade, foi o primeiro artista a entrar na empresa e essa parceria de sucesso perdura até hoje.

A AudioMix a cada dia amplia seu casting e registra sua marca no mercado, respondendo pela carreira, direta ou indiretamente, de grandes nomes como Israel Novaes, Guilherme & Santiago, Humberto & Ronaldo, Matheus & Kauan, Wesley Safadão, Jefferson Moraes, Paulo Vitor & Filipe e Cristiano Araújo (In Memoriam).

A empresa goiana trabalha com produção, planejamento, marketing, vendas, gestão de carreira e realização de shows no Brasil e no exterior. Entre os negócios do grupo, está o Festival Villa Mix que percorre todo o território nacional anualmente.

 

9 - Creme Mel

Fundada em 1987 pelo empresário Antônio Santos na garagem de sua residência, a Creme Mel Sorvetes é hoje a maior indústria de sorvetes do Centro-Oeste e está entre as mais importantes do seu segmento no Brasil.

Atualmente, contamos com mais de 860 colaboradores, 9 centros de distribuição (Goiânia, Ribeirão Preto, Uberlândia, Montes Claros, Betim, Várzea Grande, Campo Grande, Vitória da Conquista e Brasília) e estamos presentes nos estados de Goiás, Tocantins, Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Maranhão e Distrito Federal, oferecendo aos consumidores produtos com qualidade e sabor diferenciados.

A fábricaproduz 33 mil picolés/hora e 15 mil litros de sorvetes/hora com maquinário de última geração. A marca está em franco crescimento no território nacional.

 

10 - Micos (Cicopal)

O boom da marca em grande parte do mercado brasileiro se deu com a expansão da fábrica em Senador Cendo, em 1996, mudando a sede de Brasília para a região metropolitana de Goiânia. No comando do negócio, o empresário Vanderlan Cardoso que também é um nome conhecido dos eleitores goianos. Ele já foi prefeito de Senador Canedo e candidato ao governo de Goiás.

Marcas populares como a batata ondulada Crony, a lisa Refinata, batata palha Slight (líder de vendas) e uma linha completa de salgadinhos de trigo Peticitos e Torresmico’s fazem parte da empresa. Na linha de bebidas, o refresco em pó Sullper e ainda o Refrigerante Mico’s.

A Cicopal conta ainda com outras outras indústrias no País: Snacks em Benevides, Pará (2001), com produção de salgadinhos, bebidas mistas e refrigerantes e Feira Boa em Camaçari, Bahia(2002), com fabricação de salgadinhos de milho. Todas as indústrias possuem frota própria de veículos de transportes rodoviários de todos os portes, que faz tanto a distribuição de produtos entre elas, quanto entre as regiões e cidades.

 

11 - Emegê

Mais uma marca genuinamente goiana, a Emege Alimentos foi fundada em 1956 pelo Sr. Aldo Grassi, e era denominada inicialmente de Moinho Goiás.

No início de suas atividades, a empresa concentrava-se na produção de farinha de trigo em embalagem de um quilo para uso doméstico. No ano de 1964, instalou-se um parque fabril destinado à fabricação de massas.

A unidade fabril de Goiânia possui hoje, uma capacidade de produção de farinha de 20.700 toneladas/mês. Quanto à produção de massas, sua capacidade é de 2.400 toneladas/mês. A empresa conta com um mix de produtos composto de cerca de 130 itens.

Os produtos Emege são, atualmente, líderes absolutos na região Centro-Oeste. A empresa gera 517 empregos diretos e outros 155 indiretos e é um dos maiores contribuintes de ICMS no Estado de Goiás.

Sua área de atuação abrange os estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Pará, Maranhão, Amazonas, Roraima, Rondônia, Amapá, Acre, Bahia, Ceará, Alagoas, Paraíba, Piauí, além do Distrito Federal, atendidos através de equipe própria, representantes e distribuidores.

 

12 - Neo Química

A marca adquirida pelo empresário Ildefonso Limírio Gonçalves em 1979, passou a ser conhecida nacionalmente com a abertura do mercado de remédios similares e a construção da fábrica no pólo farmoquímico em Anápolis, em 1989. Em 1999, a Lei dos medicamentos genéricos, permitiu a empresa ganhar mais uma parcela no mercado de medicamentos. Foi o 3° laboratório a conseguir o registro da Anvisa para a produção destes tipos de medicamentos, iniciando com o sulfato de salbutamol, em 2000.

Em 2008, tornou-se patrocinadora principal do uniforme do Goiás Esporte Clube, estampando frente, costas e mangas. Em 2009 foi adquirida pela Hypermarcas.

Em 2010, já como marca de medicamentos do conglomerado, tornou-se a patrocinadora principal do uniforme do Corinthians, estampando o peito e as costas da camisa. Esse é o maior patrocínio do futebol brasileiro: 38 milhões + 9 milhões em ações de marketing e premiações e também do Botafogo de Futebol e Regatas. Patrocina também o Criciúma Esporte Clube e Ceará Sporting Club no ano de 2010. Em 2011, passou a patrocinar o Santa Cruz Futebol Clube e Club Sportivo Sergipe.

 

13 - Grupo Empreza

Com mais de vinte e cinco anos de atuação, o Grupo EMPZ é referência no mercado nacional nas áreas de Outsourcing, Gestão de Temporários e Terceirizados, Consultoria de RH e na formação de executivos (por meio da sua faculdade  própria, a ESUP, única no estado de Goiás com certificação FGV, que oferece Graduação, Pós Graduação e Programas Internacionais). 

Sob o comando dos fundadores, de Helena Ribeiro, Sayonara Brotherhood e Luíz Ribeiro,o Grupo EMPZ conquistou a liderança no mercado, contando com mais de 200 consultores em todo o Brasil, 120 mil profissionais cadastrados em seu banco de currículos, e movimentação de mais de 105 mil temporários e terceirizados por ano.

 

14 - IPOG

Fundada em 2001, talvez seja uma das caçulas da lista mas com presença bastante consolidada em todo o Brasil. A instituição de ensino superior foca nos programas de especialização. Cursos que, na maioria, são inéditos e contam com projetos pedagógicos arrojados, ministrados por um corpo docente qualificado com foco nas tendências do mercado de trabalho.

A história do IPOG começou há 14 anos em Goiânia para atender as demandas de cursos de pós-graduação, aperfeiçoamento e capacitação profissional. Atualmente a marca está presente em todos os estados do Brasil e no Distrito Federal.

 

15 - Rio Quente Resorts

No pé do parque estadual da Serra de Caldas Novas, a Pousada do Rio Quente (hoje Rio Quente Resorts) é uma das marcas mais queridas e conhecidas de Goiás no Brasil e no mundo. Falar de Goiás lá fora sem citar, as "águas quentes" é raridade. As nascentes de águas quentes com temperatura em torno de 37,5º C, que geram 6,5 milhões de litros por hora e alimentam as 13 piscinas do complexo, incluindo o Rio Quente Resorts, o Hot Park e a Praia do Cerrado - maior praia de águas quentes naturais do mundo, atraem gente de todos os cantos do Brasile do mundo. 

 

16 - Piracanjuba

leite

A empresa: criada em 1955, a Piracanjuba começou na cidade que dá nome à marca, o município de Piracanjuba, importante região leiteira de Goiás. Em 1986, a indústria mudou-se para a cidade de Bela Vista de Goiás (GO) como parte dos planos de expansão da marca que hoje conta com portfólio de mais de 90 produtos e presença em todo mercado brasileiro, além de outras duas unidades nas cidades de Maravilha (SC) e Governador Valadares (MG). Juntas, as três unidades processam mais de 4,3 milhões de litros de leite por dia e geram cerca de 1,9 mil empregos diretos, além de milhares de empregos indiretos. A empresa já é uma das 5 maiores indústrias de laticínios do Brasil.

 

17 - Cristal Alimentos

arroz

A marca de arroz líder de mercado em Goiás também está presente em estados e conta com um mix de produtos variados. Além da liderança no estadod e Goiás, os produtos Cristal Alimentos já estão em várias regiões do país como Distrito Federal, Mato Grosso, Minas Gerais, Tocantins, Pará, Maranhão e Bahia.

Fundada por Walterdan Fernandes Madalena, a empresa hoje conta com uma moderna sede em Aparecida de Goiânia na BR 153, Km 1292 e tem como principal garota propaganda a atriz Regina Duarte que ajudou a popularizar a marca.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Notícias

Museu de Star Wars será aberto em Los Angeles

George Lucas deve desembolsar US$ 1 bilhão na estrutura do local


+ Notícias

ANTT convidada população a discutir criação do trem de passageiros entre Brasília e Goiânia, o 'Expresso Pequi'

O trem deve atingir uma média de 160 km/h em uma viagem de cerca de 95 minutos, transportando mais de 40 milhões de passageiros por ano


+ Notícias

Vocalista do LS Jack retorna aos palcos 13 anos depois do coma

Em 2004, o cantor passou por complicações após um procedimento de lipoaspiração, que o deixou em coma, e também com algumas sequelas na fala e nos movimentos


+ Notícias

Vídeo: Dois ex-secretários se disfarçam de 'fantasmas' para furtar Prefeitura em Goiás

A dupla arrombou a sala da administração municipal para furtar uma impressora


+ Notícias

Jorge e Mateus desmentem fim da dupla e sobem aos palcos após onda de boatos

Nas últimas semanas circulou na internet a falsa notícia que a dupla iria se separar; para sossego dos fãs eles só vão entrar de férias e retomam os trabalhos com tudo em 2017


+ Notícias

Praça Cívica vai abrigar Circuito Cultural em Goiânia

As obras de R$ 100 milhões deverão ser iniciadas entre os meses de abril e maio e a conclusão total está prevista para os próximos dois anos


+ Notícias

Meteorologia prevê chuva em todos os dias da semana em Goiânia

A sensação térmica que chegou aos 40º nos últimos dias pode estar com os dias contados


+ Notícias

Volkswagen apresenta a nova Kombi no Salão do Automóvel de Detroit

Além do design completamente reformulado, o novo modelo vem com uma enorme bateria capaz de rodar 434 km com uma carga


+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.