15/10/2019 07:50
Passeios / Turismo em Goiás

10 cachoeiras e cavernas para você explorar em Goiás

Para você fugir do agito urbano sempre que quiser

Curta
por Curta Mais

Sempre que vai chegando o fim de semana você já começa a pensar que seria uma boa se esconder fugir da muvuca, típica de cidade grande? Pois saiba que Goiás é um dos estados mais ricos do Brasil em número de grutas e cavernas, lugares que abrigam belezas quase inacreditáveis – e o melhor, muitas delas estão abertas à visitação. Já os que preferem uma boa cachoeira, nós também temos dicas imperdíveis!

 

1. Ponte de Pedra, em Paraúna – 126 Km de Goiânia

Ponte

(Foto: Arqueo Viagem)

Na divisa de Paraúna com Rio Verde, a força das águas do Rio Ponte de Pedra esculpiu uma ponte natural de pedra. Por baixo dela, por onde passa o rio, formou-se uma caverna cheia de estalactites e estalagmites de grande beleza e interesse científico - uma verdadeira obra de arte criada pela natureza.

Como chegar: Paraúna fica a 126km de Goiânia, com acesso pela BR-060.

Telefones úteis: Secretaria de Turismo de Paraúna: (64) 3957-7045 | Prefeitura Municipal de Paraúna: (64) 3957-7000

 

2. Caverna da Samambaia, em Vila Propício – 188 Km de Goiânia

Caverna

(Foto: Goiás Turismo)

Conhecida por ter o segundo maior complexo de cavernas do Centro-Oeste, com mais de 50 cavernas e grutas que atraem turistas do Brasil e do mundo, a cidade de Vila Propício possui ainda outras belezas naturais. Dentre as cavernas mais visitadas estão a Chico Pina, Cearense, Dois Irmãos, Três Marias e a da Samambaia, a maior da cidade. Os guias cobram em média R$70 por dia para visitação.

Como chegar: Vila Propício fica a 188km de Goiânia, com acesso pela BR-060, BR-153 e GO-338.

Telefones úteis: Secretaria de Turismo de Vila Propício: (62) 3320-0184 | Guias: (62) 9621-6074 | (62) 9985-1513

 

3. Lapa do Penhasco, em Mambaí – a 508 Km de Goiânia

Lapa

(Foto: UOL - Eduardo Vessoni) 

Uma das muitas cavernas localizadas em Mambaí, a Lapa do Penhasco tem fácil acesso e um visual de tirar o fôlego, formado por grandes salões e espeleotemas, quedas d’água e lagos no interior da caverna. É possível visitar a gruta com acompanhamento de guias e agências de turismo, como a Mambaí Adventure, que faz passeios na cidade.

Como chegar: Mambaí fica a 508km de Goiânia, com acesso pela BR-060 seguindo pela BR-020.

Telefones úteis: CAT Mambaí (62) 3484-1251 | Mambaí Adventure: (62) 3484-1355

 

4. Buraco das Araras, em Formosa - a 281km de Goiânia

Buraco

(Foto: Itakamã Ecoaventura - Maurício Martins)

Localizado a 42km do centro de Formosa, o Buraco das Araras é a segunda maior dolina de colapso do centro-oeste (depressão em formato circular formado pela dissolução das rochas) e uma das maiores do Brasil, e abriga no seu interior uma densa floresta úmida, com samambaias gigantes, e uma caverna secreta banhada por rios subterrâneos de água cristalina. Para visitar, é necessário agendar com um guia pelo telefone da AGeCTUR, e é cobrada uma diária de R$150 para um grupo.

Como chegar: Formosa fica a 281 km de Goiânia, com acesso pela BR-153 e em seguida pela GO-118.

Telefones úteis: Secretaria Municipal de Turismo de Formosa: (61) 3981-1234 | CAT (Centro de Atendimento ao Turista) de Formosa: (61) 9686-0142 | AGeCTUR (Associação de Guias e Condutores de Turismo): (61) 9848-5938

 

5. Caverna Escaroba, em Formosa - a 281 km de Goiânia

Caverna

(Foto: Secretaria de Turismo de Formosa) 

Para ter acesso às belezas abrigadas na Caverna Escaroba, é preciso descer de rapel por uma claraboia. Lá dentro, formações rochosas e uma pequena cachoeira criam um cenário impressionante. Para visitar, é necessário agendar com um guia pelo telefone da AGeCTUR, e é cobrada uma diária de R$150 para um grupo.

Como chegar: Formosa fica a 281 km de Goiânia, com acesso pela BR-153 e em seguida pela GO-118.

Telefones úteis: Secretaria Municipal de Turismo de Formosa: (61) 3981-1234 | CAT (Centro de Atendimento ao Turista) de Formosa: (61) 9686-0142 | AGeCTUR (Associação de Guias e Condutores de Turismo): (61) 9848-5938

 

6. Cachoeira Paraíso, em Pirenópolis – a 130 Km de Goiânia

Cachoeira

(Foto: Julio Cesar Cardoso)

Aberta a pouco tempo para visitação, a Cachoeira Paraíso pode ser definida pelo nome – um paraíso! Com águas cristalinas, o atrativo fica a 130 km de Goiânia, na cidade histórica de Pirenópolis. O lugar fica aberto em sábados, domingos e feriados, o custo da entrada é apenas R$ 10.

Como chegar: Cachoeira Paraíso fica a 31km da sede do município, o acesso é pela GO-338.

Telefones úteis: Secretaria Municipal de Turismo de Pirenópolis: (62) 3331-2416 | Centro de Atendimento ao Turista (CAT): (62) 3331-2633 / 1397 | Cachoeira Paraíso: (62) 9617-7070

 

7. Cachoeira Santa Barbára, em Cavalcante – 510 km de Goiânia

Cachoeira

(Foto: Luiz Henrique Basílio)

Como a maioria dos passeios em Veadeiros, o ideal é se programar para sair cedo, para evitar o sol forte, aproveitar a melhor luz para as fotos e ainda curtir um sol quando chegar à cachoeira. A Santa Bárbara está em uma parte particularmente confinada do rio, assim você só terá sol incidindo por volta do meio dia. São duas quedas incríveis com águas extremamente azuladas e translúcidas. Obrigatória a condução guiada – R$ 10 / pessoa. O valor da entrada para a Cachoeira é R$ 20 e criança até 12 anos não paga.

Como chegar: Saindo de Cavalcante, o acesso deve ser feito por veículos 4x4 pela presença de rios durante a estrada. Após estacionar ao fim da estrada de terra, limitada por estacas, deve-se seguir a trilha a pé. Trilha de baixa dificuldade e pode ser feita por crianças.

Telefones úteis: Centro de Atendimento ao Turista de Cavalcante (CAT): (62) 3494-1507

 

8. Cachoeira Nossa Senhora do Rosário, em Pirenópolis – a 130 km de Goiânia

Cachoeira

(Foto: Ariane Cerena Mesquita)

Imagine-se e um oásis de águas cristalinas mesmo durante o período chuvoso, cercado pelo cerrado rupestre, campos, várzeas, mata de galeria, fauna, flora piscinas naturais, gruta e cachoeira de 42 m de queda negativa, proporcionando um banho incrível, trilhas terapêuticas e árvores centenárias. A comida goiana caipira, servida no fogão a lenha, revive a vida na roça. Aberto todos os dias das 8h às 16h, com taxas de R$ 45 (acesso às cachoeiras) e R$ 90 (almoço incluso – sábado, domingo, feriado).

Como chegar: O acesso é pela GO-338, a 33 Km (9 Km de terra) da sede do município. São duas opções de trilhas, a primeira é de 300 metros até cachoeira principal com escadaria (nível moderado) e a segunda, com trilha 2 km para 3 cachoeiras (nível alto).

Telefones Úteis: Secretaria Municipal de Turismo de Pirenópolis: (62) 3331-2416 | Centro de Atendimento ao Turista (CAT): (62) 3331-2633 / 1397 | Cachoeira Nossa Senhora do Rosário: (62) 9 8417-6565

 

9. Salto de Corumbá, em Corumbá de Goiás – a 115 Km de Goiânia

Salto

(Foto: Goiás Turismo - Silvio Quirino)

Com 50 metros de queda, o lugar é paradisíaco. Num raio de 1,5 km é possível conhecer a pé todas as sete cachoeiras da região por meio das trilhas sinalizadas e de fácil acesso. No período de alta temporada, o Salto chega a receber mais de 6.500 pessoas. O Day Use (das 8h às 18h): R$ 36 (criança até 1,35m não paga) e para acampar: R$ 90 por pessoa (feriado de sábado até segunda-feira) e R$ 41 por pessoa a pernoite em dias de semana.

Como chegar: BR 414 - Km 383, Corumbá de Goiás, Goiás (acesso de Goiânia pela BR-060, em Anápolis pega sentido Corumbá de Goiás)

Telefones úteis: Secretaria Municipal de Turismo de Corumbá de Goiás: (62) 3338-1576 | Salto de Corumbá: (61) 4063-8546 e (62) 9658-7357

 

10. Cachoeira dos Dragões, em Pirenópolis – a 130 km de Goiânia

Cachoeira

(Foto: Catraca Livre) 

O lugar é também um mosteiro e reúne um complexo com 8 cachoeiras. A trilha é circular. Começa pela cachoeira Portão do Dragão, seguida pela Dragão Azul, Pérola do Dragão, Nuvens do Dragão, Dragão Verdadeiro, Dragão Voador, Dragão do Céu e Rei dos Dragões. Em cada uma delas há uma placa com uma lenda explicando o nome da cachoeira. O local não possui infraestrutura para o turismo comercial. No mosteiro, o visitante encontra banheiros, mas é preciso levar água e comida. A entrada custa R$ 40 e crianças até 9 anos não pagam.

Como chegar: Várzea do Lobo, zona rural de Pirenópolis, a 38 km do centro da cidade. Fica a à 123 km de Goiânia e 150 km de Brasília.

Telefones úteis: Cachoeira dos Dragões (Mosteiro Zen Eisho-Ji): (62) 9629-4063

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Passeios

Jardim Botânico, maior unidade de conservação de Goiânia é revitalizado; veja fotos

Um dos principais parques da capital recebeu melhorias de cooperativas goianas que entregam para a população com festa e serviços gratuitos na celebração do Dia de Cooperar


+ Passeios

Conheça a Rua da Cultura onde a arte se encontra em Goiânia

Música, dança, artes plásticas, exposições, gastronomia, arquitetura e muita cultura


+ Passeios

5 lugares para curtir a natureza com seu pai

Separamos hotel, passeio rústico e até trilha para vocês se divertirem


+ Passeios

10 bares em Goiânia para curtir a segunda-feira de último dia de férias

Ainda dá tempo de aproveitar o restinho das férias.


+ Passeios

Mostra sobre 'The Beatles' em Goiânia é a maior do Brasil

Os fãs dos músicos sonhadores de Liverpool poderão vivenciar uma incrível experiência


+ Passeios

Sesc Goiás realiza projeto gratuito 'Goiânia - para conhecê-la mais'

No dia 30 de junho, o Sesc Goiás realiza mais uma edição do projeto “Goiânia - para conhecê-la mais”


+ Passeios

Alguns dos melhores pesque-pague para se visitar em Goiânia

Escolha um dos destinos e relaxe!


+ Passeios

10 coisas pra se fazer na véspera da véspera de Natal em Goiânia

Eventos, feira, experiências gastronômicas e uma lista de filmes pra você aproveitar o sábado melhor


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.