24/03/2019 18:04
Turismo / Turismo em Goiás

Bioluminescência: o incrível e raríssimo fenômeno que só acontece em Goiás

Guia completo com valores, período de visitação, como chegar e onde ficar desse achado no coração do Brasil

Redação
por Redação Curta Mais

O cerrado goiano é casa de muitas riquezas naturais de fauna e flora, e entre elas, abriga um fenômeno único. No Parque Nacional das Emas, localizado entre os municípios de Serranópolis (GO), Mineiros (GO), Chapadão do Céu (GO) e Costa Rica (MS), é possível presenciar o fenômeno da bioluminescência, quando os cupinzeiros ficam cheios de pontos brilhantes durante à noite, criando um cenário mágico e de encher os olhos.

Para os que querem presenciar o fenômeno, temos boas notícias: estamos no período ideal para ver a bioluminescência, que atinge seu pico entre os meses de outubro e novembro. Além da beleza do fenômeno, o Parque Nacional das Emas é um destino sem igual para os que curtem turismo de aventura e esportes radicais. Já está louco pra conhecer o Parque? Então pode preparar as malas e levar o nosso guia completo para a viagem, com dicas de como chegar, onde ficar, como visitar, e claro, não perder nada de um dos fenômenos mais incríveis que o cerrado goiano proporciona. Boa viagem!

 

1. Conheça o Parque Nacional das Emas

Parque

Parque Nacional das Emas, em Goiás.

Foto: Goiás Turismo

Localizado no sudoeste do estado de Goiás, o Parque Nacional das Emas é uma Unidade de Conservação criada em 1961 para proteger 132 mil hectares de cerrado, ameaçados principalmente pelas queimadas e incêndios e considerado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO. Com temperatura média de 22 graus, e predominância de solos planos e chapadões, o período de seca do Parque Nacional das Emas se estende de junho a setembro, quando os incêndios são mais comuns.

O Parque abriga diversas formas de cerrado, como os campos limpos, campos sujos, veredas e matas ciliares, e além da flora, abriga também animais típicos do cerrado, como o tamanduá-bandeira, o cachorro-do-mato, a ema, a anta, veados e outras espécies.

O acesso ao Parque se dá pelos munícipios goianos de Serranópolis, Mineiros e Chapadão do Céu, e pelo município de Costa Rica, no Mato Grosso do Sul. O Parque Nacional das Emas é a única área do cerrado onde é possível presenciar o raro e belíssimo fenômeno da bioluminescência.

 

2. O que é a bioluminescência?

Fenômeno

Fenômeno da bioluminescência no Parque Nacional das Emas, em Goiás.

Foto: Ary Bassous.

A bioluminescência é o fenômeno da emissão de luz visível por organismos vivos, que acontece principalmente em organismos do meio aquático, como bactérias, fungos, algas, moluscos e peixes. Ainda mais raro no ambiente terrestre, a bioluminescência ocorre em fungos, moluscos e principalmente nos insetos, como os vagalumes.

No Parque Nacional das Emas, a bioluminescência acontece por conta de uma espécie de vagalumes que deposita seus ovos nos buracos dos cupinzeiros que ocupam o local. Mesmo em estado de larvas, os vagalumes já emitem luz, e brilham para atrair insetos voadores da vizinhança, inclusive cupins, e fazer um bom jantar, criando um fenômeno de incomparável beleza. Os cupinzeiros são encontrados em várias regiões do país e até em municípios próximos do Parque Nacional das Emas, mas, por razões ainda desconhecidas, o fenômeno da bioluminescência só acontece no Parque.

Fenômeno

Fenômeno da bioluminescência no Parque Nacional das Emas, em Goiás.

Foto: Alessandro Bearzi

 

3. Quando presenciar a bioluminescência no Parque Nacional das Emas?

Fenômeno

Fenômeno da bioluminescência no Parque Nacional das Emas, em Goiás.

Foto: Alessandro Bearzi

Visível apenas durante a noite, a bioluminescência pode ser vista nos cupinzeiros do Parque Nacional das Emas principalmente no período de outubro e novembro. Noites quentes, sem luar, com alta umidade ou após uma chuva são o momento ideal para presenciar o fenômeno.

 

4. Como visitar o Parque Nacional das Emas?*

*Todos os valores mencionados são referentes ao município de Mineiros.

Para visitar o Parque Nacional das Emas, é necessário portar um ingresso, que deve ser emitido com antecedência por um dos CATs ou Agências de Turismo existente nas cidades de Mineiros ou Chapadão do Céu, em Goiás. É recomendado visitar o Parque acompanhado por guias – os municípios possuem guias capacitados para acompanhar os turistas, e as diárias custam em média R$180 para acompanhar 12 pessoas.

 

Central de Atendimento ao Turista de Mineiros

Endereço: Avenida Alessandro Marchió, N169, Centro

Telefone: (64) 3661-0006 | (64) 3661-0005

Email: [email protected]

 

Central de Atendimento ao Turista de Chapadão do Céu

Telefone: (64) 3634-1517

 

Valores para acessar o Parque Nacional das Emas

R$6,50 por pessoa para moradores de algum dos municípios vizinhos do Parque Nacional das Emas

R$13 por pessoa caso seja morador de outros municípios que não estejam na divisa com o Parque, como Goiânia, ou de outros estados ou países.

Estão isentos de pagamento: estudantes, crianças menores de 8 anos e maiores de 60 anos.

 

Horários de visitação

Diariamente das 07h às 16h.

Períodos de bioluminescência: das 07h às 23h.

 

Transporte

Carro

Carro Safari no Parque Nacional das Emas. É possível alugar o veículo para passeios pela Unidade de Conservação.

Foto: Prefeitura de Mineiros.

Só é permitido a entrada de veículos particulares que sejam 4x4 (traçados nas 4 rodas). Os municípios possuem carros disponíveis para locação. O Parque conta também com um Carro Safari com capacidade para 20 pessoas que permite uma visão panorâmica e deve ser reservado com antecedência.  É necessário pagar o motorista, e os valores variam de R$150 a R$180.

 

Atividades no Parque Nacional das Emas

Passeio

Passeio de bote no Rio Formoso, no Parque Nacional das Emas.

Foto: Goiás Turismo

Além de observar o fenômeno da bioluminescência durante a noite, é possível praticar vários esportes de aventura no Parque Nacional das Emas, como o passeio de 2km de boia-cross e flutuação (R$40 cada por pessoa), passeio de 7km de contemplação no bote (R$70 por pessoa) e fazer trilhas de bicicleta no Parque (R$10 por hora, ou R$30 a diária). Vale lembrar que todas as atividades devem ser previamente agendadas com os guias nos Centros de Atendimento aos Turistas.

Boia

Boia-cross no Rio Formoso, no Parque Nacional das Emas.

Foto: Prefeitura de Mineiros.

 

5. Como chegar ao Parque Nacional das Emas?

De Chapadão do Céu (11% do território do Parque Nacional das Emas)

Chapadão do Céu fica a 480km de Goiânia, com acesso pela BR-060. O município fica a 26 km de estrada de terra do Portão do Bandeira do Parque Nacional das Emas.

 

De Mineiros (86% do território do Parque Nacional das Emas)

Mineiros fica a 420km de Goiânia, com acesso pela BR-060. O município fica a 86 km de estrada de asfalto do Portão Jacuba do Parque Nacional das Emas.

Fenômeno

Fenômeno da bioluminescência no Parque Nacional das Emas, em Goiás.

Foto: Simone Mamede

 

6. Onde ficar e onde comer?

Para informações de hospedagem e alimentação, entre em contato com as Centrais de Atendimento ao Turista (CAT) de cada município:

CAT Mineiros

Endereço: Avenida Alessandro Marchió, N169, Centro

Telefone: (64) 3661-0006

Email: [email protected]

 

Agências de turismo

Trekking Turismo - Mineiros (GO)

Telefone: (64) 9611-5259

 

Trilhas do Cerrado - Mineiros (GO)

Telefone: (64) 9954-4017

 

CAT Chapadão do Céu

Telefone: (64) 3634-1517

 

Fenômeno

Fenômeno da bioluminescência no Parque Nacional das Emas, em Goiás.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ Turismo

TAP cria stopover em Brasília com até 5 dias sem custos extras para passageiros

O Programa Brasil Stopover em Brasília promete novo fluxo de turistas europeus na cidade.


+ Turismo

Brasília vai ganhar mega parque com a primeira piscina de ondas para surfe do Brasil

O ambicioso projeto da Global Wave Parks, com a tecnologia Wavegarden, prevê um grande complexo de esportes, lazer e entretenimento no DF.


+ Turismo

4 roteiros de viagens alternativas nas proximidades de Brasília

Sem ideia para o que fazer nesse feriado? O Curta Mais preparou um roteiro alternativo de destinos deslumbrantes para quem quer sair da rotina, sem gastar muito


+ Turismo

Cachoeira do Arrojado: conheça essa beleza natural nos arredores de Brasília

A queda d'água está localizada no município de Cristalina (GO) e é ótimo destino para uma visita rápida no fim de semana


+ Turismo

Fotografia tirada no Parque Nacional das Emas rende prêmio internacional a fotógrafo brasiliense

O registro, feito em Goiás, mostra um tamanduá-bandeira devorando cupins 'brilhantes'



+ Turismo

Cachoeira paradisíaca é parada obrigatória para todo brasiliense que gosta de viajar

Trilha fácil, vista paradisíaca e ambiente natural que atende quem gosta de relaxar e também quem aprecia aventura e ecoturismo


+ Turismo

Encontramos uma cachoeira incrível, com uma piscina natural cercada por paredões de pedras

Imagine se desligar da correria do cotidiano com uma cachoeira que possui uma piscina natural com águas esverdeadas


MAIS LIDAS DE HOJE

+ CLUBE DE VANTAGENS CURTA MAIS

Curta Mais 2019. Todos os direitos reservados.